Suspeito de vazar documentos confidenciais do Pentágono é preso

Suspeito de vazar documentos confidenciais do Pentágono é preso
Suspeito de vazar documentos confidenciais do Pentágono é preso

O guarda aéreo nacional Jack Teixeira, de 21 anos, foi preso hoje em Massachusetts sob suspeita de vazar documentos altamente confidenciais dos EUA, informa o jornal The New York Times. Ele postou o material em uma plataforma de mídia social popular entre os jogadores de videogame.

Segundo o jornal, Jack Teixeira liderou o Thug Shaker Central, um grupo online onde cerca de 20 a 30 pessoas compartilhavam seu amor por armas, memes racistas e videogames. Autoridades federais fizeram buscas na casa da mãe do guarda aéreo.

Mont Capital - Carteira Administrada

O Departamento de Justiça abriu uma investigação criminal formal na semana passada para apurar o vazamento, enquanto o Pentágono avalia os danos causados pelo que pode ser a divulgação mais prejudicial de informações confidenciais dos EUA em anos.