PGR tem cinco dias para se manifestar sobre pedido de Anderson Torres

PGR tem cinco dias para se manifestar sobre pedido de Anderson Torres
PGR tem cinco dias para se manifestar sobre pedido de Anderson Torres

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu vistas à Procuradoria-Geral da República (PGR) ao inquérito dos atos antidemocráticos para que se manifeste sobre o pedido de revogação da prisão preventiva de Anderson Torres no prazo de cinco dias.  O novo pedido foi protocolado pela defesa do ex-secretário de Segurança na última segunda-feira (10).

Em seu pedido, o advogado Eumar Novacki afirmou que não há mais necessidade da manutenção da prisão de Torres. “É importante trazer em perspectiva o fato de que muitos dos responsáveis pela execução pessoal dos atos de vandalismo do dia 8 de janeiro já tiveram as suas prisões revogadas, argumentou a defesa. De igual forma, não há dados concretos de que a liberdade do requerente, no atual contexto, traria algum óbice à continuidade das investigações.

Novacki pontuou também que as três filhas de Torres passaram a ter acompanhamento psicológico após a prisão do pai. O postulante, de seu turno, ao passo que não vê as filhas desde a sua prisão preventiva, entrou em um estado de tristeza profunda, chora constantemente, mal se alimenta e já perdeu 12 quilos, acrescenta o advogado em seu pedido. 

Mont Capital - Carteira Administrada

Anderson Torres foi preso no dia 14 de janeiro por supostamente ter negligenciado a segurança do DF nos atos antidemocráticos do dia 8.