Petrobras (PETR4) atualiza valores de dividendos e JCPs; veja novas cifras

Petrobras (PETR4) atualiza valores de dividendos e JCPs; veja novas cifras
Petrobras (PETR4) atualiza valores de dividendos e JCPs; veja novas cifras
petrobras- petr4 -petr3
No quarto trimestre, analistas fizeram os cálculos de mais dividendos (Imagem: Agência Petrobras)

A Petrobras (PETR4) atualizou os valores de juros sobre o capital próprio e dividendos de acordo com a taxa Selic, mostra fato relevante enviado ao mercado nesta sexta-feira (9).

Veja na tabela abaixo:

Sobre o valor correspondente à atualização monetária dos proventos e aos juros sobre capital próprio
(JCP), incidirá imposto de renda, informa.

Petrobras e seus dividendos polpudos

No quarto trimestre, analistas fizeram os cálculos de mais dividendos. Para o Bradesco BBI, a reportará um Ebitda, que mede o resultado operacional, de aproximadamente US$ 15 bilhões e um resultado final próximo a US$ 7,5 bilhões no quarto trimestre.

Ainda segundo os analistas, o foco principal será nos dividendos declarados. O mercado espera dividendos declarados que variam entre US$ 5 e 10 bilhões.

“Estamos mais próximos do topo desta faixa, com US$ 9 bilhões, dos quais US$ 4 bilhões relativos a dividendos mínimos trimestrais e US$ 5 bilhões como pagamento extraordinário para 2023. Mantemos a recomendação de compra para as ações”, completa.

Mont Capital - Carteira Administrada

Com os números em mãos, a Ativa acredita que a companhia distribuirá, em dividendos regulares, R$ 1,5/ação (~3,6% de yield) neste trimestre.

“Ademais, além dos dividendos regulares, a atual situação de caixa permitiria a empresa divulgar dividendos extraordinários com referência à 2023 de até R$2,00/ação (~4,8% de yield), já considerando os valores elencados com o processo de recompra de ações que vêm ocorrendo”, discorre.

O BTG estima um pagamento de US$ 3,7 bilhões com base na política de remuneração da empresa, embora tenha poder de fogo para distribuir outros US$ 7,3 bilhões em dividendos especiais, “dos quais acreditamos “apenas” US$ 4 bilhões (totalizando US$ 7,7 bilhões no quarto trimestre, rendimento de 7%) serão distribuídos, já que parte do potencial total deve ser adicionado à reserva de capital recentemente criada”.

Na visão da XP, no mínimo, a Petrobras pagará US$ 3,9 bilhões, enquanto o cenário base para dividendos extraordinários está atualmente em US$ 5,5 bilhões (BRL 2,1/sh ou ~5% de yield para PETR4), “mas isso está sujeito a quanto caixa a estatal deseja manter”.