calendar
Notícias

259 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Percepção de risco, cenário doméstico e internacional: Veja qual título público o Santander recomenda para fevereiro

Percepção de risco, cenário doméstico e internacional: Veja qual título público o Santander recomenda para fevereiro

Mercado Financeiro 3 semanas atrás
Visitar site arrow
Percepção de risco, cenário doméstico e internacional: Veja qual título público o Santander recomenda para fevereiro
tesouro direto - indicação - Santander
O banco vê com cautela, principalmente, o lado político. Por isso, escolheu um título que, em ambos os cenário, protege o investidor. (Imagem: Brenda Rocha/Blossom/Shutterstock)

Janeiro não foi um mês fácil para os mercados. Enquanto o Ibovespa batia -4,8% no período, os investidores buscavam formas de se manter entretidos com os noticiários ainda esvaziados. O que “salvou” o primeiro mês do ano, segundo o Santander, foi a Super Quarta, nos dias 30 e 31, que deu uma sacudida nos investidores.

Apesar do corte por aqui já ter sido cantado lá atrás pelo próprio Banco Central, a novidade ficou por conta do Federal Reserve, que afirmou que os cortes nos Estados Unidos ainda devem demorar mais um pouco para acontecer.

Na parte política, o banco ficou de olho no anúncio da nova política industrial, no valor de R$ 300 bilhões até 2026. Na visão do time de Macroeconomia do Santander, “a medida combina linhas de crédito, contratos públicos, subsídios e requisitos de conteúdo local. O anúncio gerou preocupações a respeito dos riscos fiscais, por conta da possível repetição de políticas controversas do passado. Vemos um aumento gradual do estímulo para fiscal, o que traz o alerta para uma rota que pode gerar maior pressão à frente”, explicou o documento.

Mont Capital - Carteira Administrada

Apesar disso, o Santander manteve sua indicação no Tesouro IPCA+ 2035 para fevereiro. Segundo a avaliação da equipe, se os ventos domésticos se provarem favoráveis para os ativos de risco (menores ruídos políticos, inflação convergindo à meta no médio prazo e promessas de responsabilidade fiscal em 2024), terá menor prêmio de risco para os títulos públicos reais, favorecendo a marcação a mercado deles.

“Caso a percepção de risco piore e o dólar volte a se valorizar, a proteção contra a inflação do título recomendado exercerá sua função”, adiantou o relatório. 

O objetivo da recomendação é superar o índice IMA-B  a médio e longo prazos. Para isso, o analista do Santander realizou uma análise dos títulos e das projeções dos principais indicadores da economia do país, de forma a buscar maximizar o retorno dos investimentos.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados