calendar
Notícias

92 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Passagens a R$ 200: Antes mesmo de lançar programa, ministro fala em expandir para hotéis; entenda

Passagens a R$ 200: Antes mesmo de lançar programa, ministro fala em expandir para hotéis; entenda

Economia 8 meses atrás
Visitar site arrow
Passagens a R$ 200: Antes mesmo de lançar programa, ministro fala em expandir para hotéis; entenda
passagens a R$ 200
Projeto que prevê passagens a R$ 200 pode ser expandido (Imagem: Reuters/Roosevelt Cassio)

O Voa Brasil, projeto anunciado pelo ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, ainda não foi lançado e já se fala em planos de expandir para hotelaria e alimentação, conforme noticiou a CNN.

De acordo com o ministro, em períodos de menor movimentação das companhias aéreas, o programa de passagens a R$ 200 poderá ser expandido.

“Estou muito animado, poderemos dobrar o número de passageiros. Por sugestão da Casa Civil, o programa poderá ser ampliado para hotelaria e restaurantes no período de baixa”, disse antes de participar de mesa sobre infraestrutura em evento da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib).

O projeto está previsto para ser lançado em agosto deste ano.

  • Entre para o Telegram do Market Insider News! Acompanhe as notícias sobre mercado financeiro, investimentos e finanças pessoais. Notícias de hoje sobre assuntos que mexem com o seu bolso. Clique aqui e acompanhe em tempo real!

Passagens a R$ 200

O programa “Voa Brasil” será voltado para aposentados, pensionistas, estudantes e pessoas de baixa renda. O objetivo do ministro é aumentar o acesso da população ao transporte aéreo, ocupando lugares vazios nos voos, a preços populares.

Quando anunciado pela primeira vez, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, França explicou que o governo não irá subsidiar estas passagens, mas atuará como um intermediador entre as companhias aéreas para que valores populares possam ser aplicados.

Desta forma, aposentados e pensionistas da previdência poderão realizar a compra, bem como estudantes e todos os servidores públicos, com salário de até R$ 6.800. Ainda, explicou que serão duas passagens por ano.

Mont Capital - Carteira Administrada

“Cada usuário terá direito a duas passagens por pessoa por ano. Você pode comprar para você e para sua esposa, para você e para o seu filho. Ou seja, duas idas e voltas para qualquer lugar, quatro pernas por R$ 200 cada, R$ 800 em 12 prestações de R$ 72. Essa é a meta. Tira dezembro, janeiro e julho. São 14 a 15 milhões de passagens ao ano por R$ 200”, disse ao jornal.

O que pensam as aéreas

Companhias aéreas enxergam com bons olhos a possibilidade. Procurada pelo Money Times, a Gol afirmou que está sempre à disposição para contribuir com o governo na viabilização de um projeto que amplie ainda mais o acesso da população ao transporte aéreo.

Sendo assim, disse ainda que participará com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear) e Secretaria de Aviação Civil de um grupo de trabalho para aprofundar o tema nos próximos meses.

“O setor aéreo está se recuperando da maior crise da história e políticas públicas que tenham como objetivo o crescimento e o desenvolvimento do turismo são muito bem-vindas”, disse a companhia.

Em linha, a Azul comentou que vê com como positiva a iniciativa apresentada para incentivar o acesso de mais brasileiros ao transporte aéreo. “A companhia já está participando do grupo de trabalho do Ministério de Portos e Aeroportos e colaborando com o desenvolvimento do projeto”, afirmou.

Latam afirmou querer “que mais pessoas viajem de avião no Brasil. Por isso, está à disposição para analisar, propor e viabilizar iniciativas que continuem ampliando o acesso da população ao transporte aéreo”.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados