Padilha minimiza atrito com Lira e diz que governo nunca rompeu diálogo

Padilha minimiza atrito com Lira e diz que governo nunca rompeu diálogo
Padilha minimiza atrito com Lira e diz que governo nunca rompeu diálogo

Depois de o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), ter mandado recados ao governo e recebido o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais) com frieza na sessão de abertura do ano legislativo na 2ª feira, o ministro disse nesta 6ª feira (9.fev.2024) que o governo nunca rompeu o diálogo com o Congresso.

Lira se reuniu com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na manhã desta 6ª feira. O Poder360 apurou que os 2 se comprometeram a dialogar mais por meio do ministro da Casa Civil, Rui Costa. Na sequência, foi a vez de Padilha conversar com o chefe em uma reunião que durou quase 3 horas no Palácio da Alvorada.

Quando a conversa terminou, ele falou com jornalistas: minimizou o fato de Lira evitá-lo e preferir conversar com Rui Costa e disse que coordenação da articulação política continua sendo sua responsabilidade.

“Quanto mais ministros dialogando sob a coordenação do ministério de Relações Institucionais e sob a liderança do presidente Lula, melhor, disse. O ministro afirmou também que “ficaria preocupado se não existisse ambiente de diálogo entre o Congresso Nacional, o Judiciário e com o Executivo, como aconteceu no governo anterior”.

Padilha também relatou que continua conversando diariamente com líderes do Congresso nacional e chefes de partidos diariamente. Questionado, porém, se ainda fala diretamente com Lira, o ministro respondeu a jornalistas: “Vocês já sabem disso” e repetiu que o governo nunca rompeu com o Congresso.

Sobre a reunião com Lula, Padilha afirmou ainda que, o presidente “reafirmou o papel do ministério da SRI [Secretaria de Relações Institucionais] e dos líderes partidários”.

“A questão central é que o governo tem diálogo. […] Acho que todas as conversas que existiram neste ano de pessoas do governo tanto do governo federal, ministros, líderes, com os atores do congresso nacional mostram mais uma vez que esse governo nunca rompeu nem nunca romperá qualquer tipo de diálogo e acho que essa semana reforçou isso.

Mont Capital - Carteira Administrada

De acordo com Padilha, Lula pretende fazer reuniões com líderes partidários da Câmara e do Senado quando voltar da viagem que fará à África na semana que vem. O presidente visitará Egito e Etiópia a partir de 15 de fevereiro e deve estar de volta a Brasília em 20 de fevereiro.

O líder do Governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), também participou da reunião. Disse ter sido chamado às pressas quando já estava em Fortaleza (CE).

“Lula nos relatou que a reunião com Lira foi muito proveitosa, com um ambiente político favorável para votarmos as agendas que precisamos, especialmente a agenda econômica”, disse Guimarães.

“O presidente sai agora para o Carnaval, para o descanso do feriado, e logo depois para a agenda internacional, com muita certeza de que nós vamos ter um ambiente positivo tanto com o Senado quanto com a Câmara”, disse Padilha.

LIRA INSATISFEITO

Na conversa com Lula, o presidente da Câmara relatou sua insatisfação com o que ele chamou de falta de assistência do governo e disse que sempre manteve apoio às pautas prioritárias do Executivo.

O presidente da Câmara também disse que não adianta o Executivo reunir os líderes, trazer os assuntos à mesa e aprová-los para depois haver quebra de acordo e vetos do presidente.