Macron assina reforma previdenciária em meio a protestos

Macron assina reforma previdenciária em meio a protestos
Macron assina reforma previdenciária em meio a protestos

O presidente da França, Emmanuel Macron (foto), assinou neste sábado (15) a reforma previdenciária que será implantada no país. A aprovação inclui o ponto mais controverso da reforma: o aumento da idade mínima de aposentadoria de 62 para 64 anos, até 2030. 

O projeto vem provocando greves, protestos (foto) e confrontos entre manifestantes e policiais há meses.

As alterações foram publicadas na madrugada, o que provocou acusações da oposição de que Macron estaria tentando se aproveitar do horário para estabelecer a medida.

Mont Capital - Carteira Administrada

A publicação ocorreu poucas horas após a aprovação, nesta sexta-feira, pelo Conselho Constitucional.