calendar
Notícias

569 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Light (LIGT3): S&P rebaixa controlada a ‘calote’ após medida cautelar que suspende pagamento a credores

Light (LIGT3): S&P rebaixa controlada a ‘calote’ após medida cautelar que suspende pagamento a credores

Mercado Financeiro 11 meses atrás
Visitar site arrow
Light (LIGT3): S&P rebaixa controlada a ‘calote’ após medida cautelar que suspende pagamento a credores
Light
Mudança ocorre após a Light conseguir medida cautelar em caráter de urgência que suspende o grupo de honrar com suas obrigações financeiras (Imagem: Facebook/Light)

A agência de classificação de risco S&P Global Ratings rebaixou nesta quarta-feira (12) os ratings de crédito de emissor e de dívida da Light Serviços de Eletricidade (Light Sesa), controlada da Light (LIGT3), na Escala Nacional Brasil de “brCCC-” para “D”. O rating de emissor de curto prazo também foi rebaixado, de “brC” para “D”.

A mudança ocorre após a Light conseguir medida cautelar em caráter de urgência que suspende o grupo de honrar com suas obrigações financeiras nos próximos 30 dias, incluindo o serviço da dívida agregado de cerca de R$ 435 milhões em 15 de abril de 2023.

Segundo a S&P, embora seja uma proteção extrajudicial, a medida “configura uma formalização da suspensão de pagamento das dívidas (standstill), a qual avaliamos como semelhante a um default”.

O rating de crédito “D” é dado a empresas com default no pagamento de um compromisso financeiro ou quebra de uma promessa imputada, explica a agência. Ele também é usado quando um pedido de falência é registrado.

A S&P considera a Light Sesa e a controlada em default geral. Em relatório divulgado nesta quarta, a agência lembra que a medida cautelar é parte da estratégia do grupo a fim de preservar posição de caixa.

Mont Capital - Carteira Administrada

No documento, a S&P destaca que o grupo deve priorizar os investimentos de cerca de R$ 1 bilhão anualmente, dos quais R$ 800 milhões são necessários à manutenção e expansão das redes de distribuição e na manutenção da qualidade do serviço para garantir a renovação da concessão de distribuição, que vence em junho de 2026.

“No entanto, e considerando a urgência em encontrar uma solução de longo prazo para a estrutura de capital do grupo Light, a companhia anunciou sua intenção de renovar sua concessão de distribuição antecipadamente”, acrescenta.

“Em nossa visão, tais negociações com o Poder Concedente, o governo federal, e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a renovação antecipada da concessão devem se estender ao longo de 2023 e 2024″, completa a agência.

A S&P reavaliará a estrutura de capital da Light e revisará os ratings assim que o plano de reestruturação de dívidas for apresentado e aprovado.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados