Ibovespa recua na contramão das bolsas em NY; Petrobras (PETR4) e BB (BBAS3) sobem, Vale (VALE3) e dólar caem

Ibovespa recua na contramão das bolsas em NY; Petrobras (PETR4) e BB (BBAS3) sobem, Vale (VALE3) e dólar caem
Ibovespa recua na contramão das bolsas em NY; Petrobras (PETR4) e BB (BBAS3) sobem, Vale (VALE3) e dólar caem

Resumo de mercados

  • Ibovespa recua cerca de 0,2%, aos 106,7 mil pontos, enquanto o dólar tem nova sessão de queda, indo aos R$ 4,90, e os juros futuros cedem nas curvas de 2025 em diante.
  • As estatais se destacam entre as altas e mais negociadas: Petrobras PN (PETR4) e BB (BBAS3) sobem 0,4% e 0,6%, respectivamente; ações da Vale (VALE3) recuam, 1,4%.
  • Lá fora, as Bolsas em NY sobem, após a inflação ao produtor nos EUA vir abaixo do previsto.

Últimas de dólar, bolsa e juros

update 15h26

Mercado Livre (MELI34): Banco aumenta estimativas para a plataforma de e-commerce

O BofA avalia que o Mercado Livre (MELI34) tem potencial de aumento de publicidade, monetização de logística, melhoria da fintech e lucratividade de crédito e distribuição digital. Um dos catalisadores para a empresa, segundo o banco, inclui oportunidade de maior participação no mercado de comércio eletrônico, à medida que os comerciantes abandonam a plataforma da Americanas ([ativo=AMER#]) e os fornecedores passam a desenvolver o Mercado Livre  como um canal alternativo.

update 15h26

Ibovespa recua 0,30%, aos 106.572 pontos; dólar comercial cai 0,62%, a R$ 4,911 na compra e na venda

update 15h15

Risco de recessão ‘não é trivial’, mas juros precisam subir mais, diz membro do BCE

Martins Kazaks afirmou hoje, em entrevista à rede CNBC, que a zona do euro “tem conseguido evitar uma recessão”, mas sua economia “não está fora de perigo”, com um “risco de recessão que não é trivial”. Mesmo assim, ele defendeu mais altas nos juros, diante de uma inflação “ainda elevada”. Kazaks diz que ainda “há risco de alguma instabilidade financeira”, mas considera que “por enquanto, tudo bem na Europa”. O mercado de trabalho, além disso, está “muito mais forte do que o esperado”, e nesse contexto é preciso subir mais os juros para conter a inflação. O dirigente inclusive disse que não descarta inclusive alta de 50 pontos-base, mas também acrescentou que “em algum momento é preciso começar a desacelerar” e mesmo eventualmente fazer uma pausa no aperto. (Estadão Conteúdo)

update 15h15

Proposta do novo arcabouço fiscal deve exigir compensação de medidas que criem renúncias e aumentam despesas

De acordo com a agência Broadcast/Estadão, a proposta deve reforçar a necessidade de compensação já prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) é quem deverá dispor no ano de vigência sobre os critérios de renúncia de receita para efeito de sustentabilidade da nova regra fiscal. O secretário do Tesouro, Rogério Ceron, já havia acenado de que qualquer renúncia fiscal deveria ser acompanhada de medida compensatória, como já prevista na LRF.

update 15h06

MRV (MRVE3) e Tenda (TEND3) disparam com dados do 1º tri após “bateria” de prévias: confira análises

Cyrela (CYRE3), Mitre (MTRE3) e Moura Dubeux (MDNE3) foram outras companhias que divulgaram dados preliminares na noite de quarta.

update 14h56

Bolsas em NY operam com ganhos: Dow, +0,94%; SP500, -1,16%; Nasdaq, +1,87%

update 14h56

Apesar dos preços de minério de ferro mais altos do que 4T22, mineradoras devem lutar para capturar todo o lado positivo no 1T23

É o que avalia o BofA, já que os volumes são sazonalmente mais fracos no início do ano. A Vale (VALE3), especificamente, foi afetada no período por problemas climáticos mais pesados do que o normal em seu sistema Norte, bem como o deslizamento de terra que interrompeu os embarques da MRS, relata o banco. Para o BofA, isso também deve elevar os custos por tonelada.

update 14h52

Ibovespa reduz perdas: -0,07%, aos 106.810 pontos; INDFUT vira para leve alta, de 0,01%, aos 108.875 pontos

update 14h50

Ações da Vale (VALE3) recuam 1,60%, cotadas a R$ 79,30

Após um primeiro trimestre forte, guiado pelo otimismo em relação à China, as cotações do minério passaram a recuar em abril e podem perder mais força no 2º semestre. Confira a análise completa.

update 14h49

Mais negociadas do dia, BBAS3 sobe 0,91%, a R$ 43,10; PETR4 avança 0,66%, a R$ 26,02

update 14h44

Ibovespa recua 0,29%, aos 106.576 pontos; Ibovespa Futuro cai 0,19%, aos 108.705 pontos

update 14h43

Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN4): Banco espera que empresas de papel e celulose apresentem resultados mais fracos durante o 1T23

Para o BofA, os resultados no 1T23 de empresas de papel e celulose, como Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN4), podem começar a refletir a forte correção de preço de celulose reportada no acumulado do ano.

update 14h37

Dólar amplia queda e se aproxima ainda mais da mínima do dia: menos 0,70%, a R$ 4,907; mínima é de R$ 4,987

update 14h34

Após parâmetros do arcabouço, governo vai oficializar medidas para elevar receitas, diz Galípolo

“Desenho geral do arcabouço vai ser apresentado como lei complementar, já os parâmetros para que ele funcione vão ser enviados como lei ordinária”, disse.

update 14h30

Prioridade de BCs deve continuar sendo a luta contra inflação, diz diretora-gerente do FMI

Kristalina Georgieva disse que pressão da inflação subjacente segue alta e que restaurar a estabilidade de preços é prioridade do Fundo.

update 14h27

Petroreconcavo (RECV3) teve sólido resultado de produção em março

O Itaú BBA vê o resultado operacional positivo da Petroreconcavo (RECV3) em março. De acordo com o banco, a incorporação da produção da Maha Brasil amplia a operação da PetroRecôncavo na Bahia, o que pode otimizar a alocação de equipamentos e gerar eficiência de custos para a empresa naquela bacia. O BBA tem recomendação outperform para a Petroreconcavo, com preço-alvo de R$ 38/ação.

update 14h23

Eneva (ENEV3) na máxima do dia, com mais 2,37%, a R$ 11,66

update 14h22

Frigoríficos em queda: BRF (BRFS3) perde 4,41%, Minerva (BEEF3) cai 3,98%, JBS (JBSS3) desce 1,55% e Marfrig (MRFG3) tem menos 3,82%

update 14h20

Maior queda do Ibovespa no momento: Totvs (TOTS3), com menos 4,55%, a R$ 6,50

update 14h19

Maior alta do Ibovespa no momento: MRV (MRVE3), com mais 7,67%, a R$ 7,72

update 14h17

Índices de Nova York ampliam ganhos, ainda refletindo CPI, PPI e dados de seguro-desemprego

  • Dow Jones: +0,83% (às 12h05: +0,41%)
  • S&P 500: +0,95% (às 12h05: +0,66%)
  • Nasdaq: +1,62% (às 12h05: +1,38%)
update 14h14

Locadoras neste momento: Movida (MOVI3) cai 0,59%, enquanto Localiza (RENT3) sobe 1,50% e Vamos (VAMO3) avança 2,38%

update 14h14

Banco faz balanço de 4 construtoras sobre os resultados operacionais no 1T23

O Itaú BBA avalia que a Cyrela (CYRE3) teve resultado ligeiramente positivo, ressaltando que o aumento das vendas de unidades prontas em estoque é um bom sinal de geração de caixa no período. Já a Mitre (MTRE3), o banco destaca o sólido desempenho de vendas da empresa e o menor volume de lançamentos, o que ajudará a manter seus níveis de estoque sob controle. A Moura Dubeux (MDNE3) teve um desempenho modesto no trimestre, segundo o BBA, com lançamentos desacelerando. Por fim, a Tenda (TEND3) reportou números operacionais decentes para o 1T23, com velocidade de vendas em desaceleração e preço médio por unidade vendida com aumento.

update 14h07

Governo entrega LDO na sexta, com projeção sobre novo arcabouço fiscal

A ministra do Planejamento, Simone Tebet reconheceu que, sem considerar o novo arcabouço fiscal, a LDO apresenta “números muito feios”.

update 14h05

STF autoriza empresas a transferir créditos de ICMS entre filiais

A conclusão do caso era acompanhada de perto por diversos setores econômicos, sobretudo o de comércio de bens de consumo, devido ao seu impacto bilionário sobre o balanço das empresas. Medida vale a partir do próximo ano.

update 14h01

MRV (MRVE3) teve melhora no índice de covenants no 1T23

O Itaú BBA destaca também a melhora nos números operacionais no 1T23 da MRV (MRVE3), com aceleração no ritmo de vendas e uma relação mais equilibrada entre unidades repassadas e unidades produzidas. O consumo de caixa foi de R$ 1 bilhão, mas o banco acredita que este deve ser um divisor de águas, já que a Resia (subsidiária americana) deve retomar as vendas nos próximos trimestres. O BBA tem recomendação outperform para a MRV, com preço-alvo de R$ 10/ação.

update 13h59

Ações mais negociadas do dia até aqui

Ativo Negócios Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Semana (%) Mês (%) Ano (%)
Vale VALE3 39.358 -1,84 79,12 -1,48 3,09 -1,46 -9,03
BB BBAS3 39.076 0,68 43,01 0,29 10,23 9,97 27,04
Petrobras PN PETR4 36.925 0,27 25,92 0,07 8,00 10,53 5,80
Hapvida HAPV3 30.712 -0,75 2,66 -0,02 12,24 1,53 -47,64
B3 B3SA3 26.029 -1,69 11,66 -0,20 8,97 12,66 -10,64
Itaú Unibanco ITUB4 25.552 0,59 25,79 0,15 5,65 4,31 4,41
MRV MRVE3 20.704 8,23 7,76 0,59 17,75 21,63 2,11
Localiza RENT3 20.015 1,37 58,29 0,79 11,58 9,16 10,33
Lojas Renner LREN3 19.750 -0,76 17,06 -0,13 8,59 2,96 -15,96
Ambev ABEV3 19.573 -1,49 14,54 -0,22 0,76 1,47 0,14
update 13h52

Lira diz que trabalha com prazo de 15 dias para votação do novo arcabouço fiscal

O presidente da Câmara, em entrevista à Globonews, disse que o prazo de dias 15 dias é a partir da data de chegada ao Congresso do projeto em substituição ao teto de gastos. Sobre a reforma tributária, Arthur Lira comentou que pretende colocar a matéria em votação ainda nesse semestre. O deputado disse ainda, na mesma entrevista, que o novo “superbloco” partidário da Casa, com 173 deputados, não foi criado para se fazer “oposição” ao governo ou “chantagem” com o presidente.

update 13h48

Ações da Petrobras (PETR3 PETR4) seguem no azul, mas sem amplitude: respectivamente, mais 1,03% e mais 0,23%

update 13h47

Grupo Soma (SOMA3) na máxima do dia: mais 0,95%, a R$ 8,48

update 13h45

Dólar opera com queda de 0,59%, a R$ 4,912 na compra e na venda

A máxima do dia é de R$ 4,940 e a mínima, R$ 4,897.

update 13h37

Ibovespa opera próximo cai 0,57%, aos 106.282,10 pontos, próximo da mínima do dia, de 106.219,71 pontos

update 13h32

Apresentação do plano de trabalho da MP do Bolsa Família é adiada

Senador Fabiano Contarato (PT-ES) foi escolhido como presidente; vice-presidente será o deputado Dorinaldo Malafaia (PDT-AP).

update 13h25

B3 (B3SA3) recua 2,11%; administradora da Bolsa brasileira apresentou números de março

A B3 (B3SA3) apresentou uma queda de 20,5% na base anual do volume financeiro médio diário do segmento ações em março de 2023, indo a R$ 26,469 bilhões.

update 13h22

Tenda (TEND3) dispara 11,26%, após dados operacionais do 1T23

A Tenda (TEND3) registrou vendas líquidas de e R$ 600,3 milhões no 1T23, aumento de 3,8% em relação ao 1T22, com velocidade de vendas (VSO) líquida de 24,8%. Na Alea, as vendas líquidas foram de R$ 10,7 milhões, com VSO Líquida de 13,3%, redução de 32,5 p.p. em relação ao primeiro trimestre de 2022. O preço médio da venda bruta no trimestre foi de R$ 194,7 mil, aumento de 20,1% em relação ao 1T22, seguindo a estratégia de recomposição das margens da empresa.

update 13h19

Sem ajustes, arcabouço fiscal pode se esgotar mais rapidamente do que teto de gastos, diz deputado

Ainda sem conhecer detalhes do texto que será enviado pelo governo ao Congresso, Pedro Paulo defende gatilhos, enforcement e ajuste em mecanismo anticíclico.

update 13h10

Rali do minério de ferro chegou ao fim? Os fatores destacados por analistas para acreditar que sim

Depois de um primeiro trimestre forte, guiado por otimismo por China, cotações do minério caem queda em abril e podem perder mais força no 2º semestre.

update 13h07

Banco Central informa a PTAX de fechamento com compra a R$ 4,9091 e venda a R$ 4,9097; queda é de 0,81%

COMPRA VENDA
Ontem 4,9490 4,9496
1ª parcial 4,9230 4,9236
2ª parcial 4,9068 4,9074
3ª parcial 4,9039 4,9045
4ª parcial 4,9028 4,9034
update 13h00

Operadoras viárias neste início de tarde: CCR (CCRO3) sobe 1,52% e Ecorodovias (ECOR3) cai 1,25%

update 12h59

Trajetória de desinflação é benigna, mas ainda desafiadora, com riscos significativos pela frente

Diante do cenário incerto, o Bradesco BBI revisou projeções de inflação medida pelo IPCA de 5,7% para 6,3% ao final de 2023, assumindo o ciclo de flexibilização da política monetária a partir de novembro. O banco vê processo de desinflação acentuada desde abril do ano passado, mas considera “um tanto enganoso” devido ao impacto temporário das mudanças de impostos sobre os preços administrados. Para o BBI, à medida que essas mudanças forem revertidas, a inflação plena deverá aumentar novamente.

update 12h57

VIX: índice de volatilidade nos EUA cai 4,50%

update 12h54

Totvs (TOTS3) na mínima do dia: menos 2,99%, a R$ 27,55

update 12h51

Opep mantém previsão de alta na demanda global por petróleo em 2023, em 2,3 milhões de bpd

Para 2022, o cartel reafirmou sua estimativa de aumento na demanda global em 2,5 milhões de bpd.

update 12h51

Ações da MRV (MRVE3) operam na máxima do dia: mais 6,83%, a R$ 7,66

update 12h49

Via (VIIA3) na máxima do dia: mais 1,97%, a R$ 2,07

update 12h48

Rui Costa diz que governo estuda desonerar concessões em áreas sociais

Ministro da Casa Civil reforça que país deverá ter novo programa de investimento em infraestrutura lançado até o final de maio.

update 12h43

No varejo em queda, Magazine Luiza (MGLU3) sustenta alta de 0,52%, tanto quando Via (VIIA3), que sobe 0,99%

Lojas Renner (LREN3) recua 1,45%, Arezzo (ARZZ3) perde 0,45% e Grupo Soma (SOMA3) cai 0,12%.

update 12h40

Principais índices na Europa fecham com ganhos

Os investidores na Europa digerem os relatórios de inflação de março ao consumidor e ao produtor, além da ata do Federal Reserve, divulgada ontem, e novos dados de emprego nos EUA. Os principais índices europeus flutuaram sem muita amplitude.

DIA (%) PONTOS
Stoxx 600 Europa 0,44 464,40
DAX Frankfurt 0,15 15727,25
FTSE 100 Londres 0,27 7.846,20
CAC 40 Paris 1,13 7480,83
IBEX 35 Madri 0,31 9307,19
FTSE MIB Milão -0,03 27622,00
update 12h35

Futuros de gás natural caem 2,44% na NYMEX

Contratos são para entrega em maio.

update 12h28

Ações de Vale (VALE3) recuam 1,94%, a R$ 79,04

update 12h27

BRF (BRFS3): Banco reduz preço-alvo de R$ 9 para R$ 6,30/ação e passa a recomendação de neutra para underperform

O BofA alega que que a BRF (BRFS3) terá dificuldades para navegar no ambiente volátil. Segundo o banco, a BRF “está lutando com o desempenho doméstico medíocre em demanda, excesso de oferta de frango, margens de exportação baixas e custos ainda elevados”.

update 12h27

Dólar comercial cai 0,66%, a R$ 4,908

update 12h25

Conselho da Petrobras (PETR4) se reunirá para julgar indicações restantes; Efrain deve ser reprovado

O Conselho deve se manifestar sobre todas essas indicações até 27 de abril, data da Assembleia Geral Ordinária (AGO), quando será eleito o novo Conselho.

update 12h19

Ibovespa recua 0,36%, aos 106.504,39 pontos

update 12h17

Tesouro Direto: quinta começa negócios suspensos; na volta, juros caem e Tesouro IPCA+ 2045 vai a 6,11%

Tesouro Prefixado 2033 tinha remuneração de 12,24%, menor do que os 12,43% ao ano da véspera.

update 12h15

Confira o Radar

update 12h12

Ações de Oi (OIBR3) renovam mínima do dia, com -1,72%, a R$ 1,14

update 12h11

Governo define limite da concessão de subvenções do Minha Casa Minha Vida

Segundo o regulamento, os limites poderão ser ampliados, conforme regulamento específico do Ministério das Cidades.

update 12h09

Banco Central informa terceira parcial PTAX com compra a R$ 4,9039 e venda a R$ 4,9045

update 12h08

Cyrela (CYRE3) reportou fortes números operacionais no 1T23

O Credit Suisse destaca que a Cyrela (CYRE3) manteve no 1T23 um bom volume de lançamentos e apresentou uma boa velocidade de vendas. O banco considera a Cyrela construtora de médio e alto padrão preferencial, que deve se beneficiar de uma possível inflexão em taxas de longo prazo. O Credit Suisse tem recomendação outperform para a Cyrela, com preço-alvo de R$ 21/ação.

update 12h08

Confira as maiores altas do Ibovespa até o momento

Ativo Dia (%) Valor (R$) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%)
Mrv ON MRVE3 4,18 7,47 0,3 11376 13,35 17,08
Cogna On COGN3 3,50 2,07 0,07 3384 16,29 10,70
Meliuz ON CASH3 3,23 0,96 0,03 3534 7,87 -4,95
Yduqs Part ON YDUQ3 2,71 8,33 0,22 2458 17,82 18,16
Hypera ON HYPE3 2,67 38,84 1,01 10768 2,64 3,02
3R Petroleum ON  RRRP3 2,24 32,91 0,72 11568 13,40 11,67
Eztec ON EZTC3 1,91 14,97 0,28 4677 17,41 22,91
Gerdau Met PN GOAU4 1,50 12,15 0,18 3837 7,71 2,70
CCR Sa ON CCRO3 1,29 13,36 0,17 10571 4,13 4,37
Prio ON PRIO3 1,15 36,85 0,42 8073 5,71 18,15
update 12h05

Índices em Nova York ampliam os ganhos

  • Dow Jones: +0,41% (na abertura: +0,14%)
  • S&P 500: +0,66% (na abertura: +0,30%)
  • Nasdaq: +1,38% (na abertura: +0,64%)
update 12h02

Confira as maiores quedas do Ibovespa até o momento

Ativo Valor (R$) Dia (%) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%)
BRF ON  BRFS3 6,440 -5,43 -0,37 10788,00 4,89 3,70
Marfrig ON MRFG3 6,530 -4,11 -0,28 7640,00 3,65 -1,66
Assai ON ASAI3 13,960 -3,32 -0,48 11192,00 2,42 -10,17
Minerva ON BEEF3 9,77 -2,79 -0,28 8692 -3,46 -7,31
B3 ON B3SA3 11,54 -2,70 -0,32 15898 7,85 11,50
Vibra ON VBBR3 14,23 -2,53 -0,37 6982 0,92 -1,25
Ambev S/A ABEV3 14,47 -1,96 -0,29 9647 0,28 0,98
JBS ON  JBSS3 17,08 -1,95 -0,34 5446 1,73 -4,31
BB Seguridade ON BBSE3 34,7 -1,89 -0,67 6713 1,91 6,74
Lojas Renner ON  LREN3 16,88 -1,80 -0,31 10765 7,45 1,87
update 11h54

Companhias aéreas voltam a subir; Gol (GOLL4) sobe 0,85% e Azul (AZUL4) avança 0,41%

update 11h52

Suzano (SUZB3) e Klabin (KLBN4): Dados consolidados de vendas de papel em fevereiro podem indicar vendas fracas no trimestre

O Itaú BBA avaliou os dados de fevereiro divulgados pela associação do setor no Brasil. A produção de papel ficou praticamente estável em relação ao mesmo mês no ano anterior. Já as vendas totais de papel caíram em fevereiro, devido ao desempenho mais fraco nos segmentos de embalagens, impressão e escrita. O banco projeta volumes estáveis para a Suzano (SUZB3) e uma queda de 5% para a Klabin (KLBN4) no 1T23 nas vendas de papel.

update 11h48

Dólar comercial recua 0,67%, a R$ 4,908

update 11h48

Ações de Eletrobras (ELET3 ELET6) recuam 0,63% e 0,26%

update 11h39

Ibov recua 0,31%, aos 106.561,13 pontos

update 11h33

Haddad fala em tirar a camisa de força da transação do comércio internacional fixado com a moeda do país que não faz parte da transação – no caso, o dólar

“Há várias modalidades de comércio bilateral, que não precisa de uma moeda de um terceiro país para acontecer”, disse o ministro da Fazenda, em entrevista à Globonews. “Podemos pensar em um comércio internacional bilateral com moedas locais”, comentou. Fernando Haddad avalia que o mundo se deteriorou no ponto de vista econômico nos últimos anos e é preciso pensar em outras formas de atuação. Fernando Haddad disse ainda que já manteve na China reuniões com empresas voltadas à infraestrutura, incluindo para grandes obras.

update 11h30

Ibovespa amplia queda para 0,27%, aos 106.603,29 pontos

update 11h26

Haddad: taxar encomendas feitas em sites estrangeiros vai garantir livre concorrência

Ministro da Fazenda disse que críticas ao fim da isenção a varejistas internacionais são fruto de desinformação.

update 11h19

Ibovespa volta a subir 0,03%, aos 106.919,68 pontos

update 11h16

Ações de Vale (VALE3) recuam 1,48%, a R$ 79,40, na mínima do dia

update 11h15

Ações de B3 (B3SA3) recuam 2,53% após dados de março

update 11h14

Companhias de educação sobem forte hoje; destaque para Anima (ANIM3), com +6,20%, e Yduqs (YDUQ3), com +3,95%

Ser (SEER3) sobe 2,87% e Cruzeiro do Sul (CSED3) tem ganhos de 1,76%.

update 11h14

Banco Central informa segunda parcial PTAX com compra a R$ 4,9068 e venda a R$ 4,9074

update 11h11

Petrobras: PETR4 vira para queda de 0,04% e PETR3 sobe 0,45%

update 11h07

Haddad sobre taxação do comércio eletrônico: É um pleito legítimo de coibir o contrabando. Não há controvérsia

O ministro da Fazenda disse durante visita na China que há muita desinformação sobre proposta do governo de taxação do comércio eletrônico. “Ninguém quer coibir o comércio eletrônico, que veio para ficar. Agora tem empresas que cumprem a legislação brasileira e as que não cumprem. Isso tem que regular, a concorrência tem que ser leal entre as empresas brasileiras e estrangeiras”, comentou Fernando Haddad. “O Estado tem que garantir isonomia para a igualdade de condições de concorrência. Isso não está acontecendo hoje. Corrigir uma distorção não é aumentar imposto nem ter preconceito”, complementou. O ministro disse ainda que o governo já foi procurado por uma grande empresa de comércio eletrônico estrangeira com atuação no Brasil que quer regularizar a situação.

update 11h07

Ibovespa recua 0,06%, aos 106.822,93 pontos

update 11h00

Ibov recua 0,13%, aos 106.749,02 pontos

update 10h59

Em primeira leva de resultados pós-falência do SVB, bancões devem lucrar menos e aumentar provisões para possível recessão

Analistas acreditam que as instituições financeiras vão ser mais rigorosas na concessão de crédito.

update 10h57

Juros futuros ampliam quedas por toda a curva

Dia (%) Valor (%) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%)
DI1F24 -0,11 13,125 -0,02 6259,00 -1,02 -0,57
DI1F25 -0,42 11,760 -0,05 19776,00 -2,41 -2,29
DI1F27 -1,06 11,630 -0,13 13806,00 -3,16 -3,88
DI1F29 -1,23 12,010 -0,15 7874,00 -3,15 -4,07
DI1F31 -1,45 12,250 -0,18 4076,00 -3,24 -4,30
DI1F33 -1,35 12,380 -0,17 1851,00 -3,05 -4,11
update 10h54

Copel (CPLE6): banco eleva preço-alvo de R$ 7,40 para R$ 9,60, com recomendação de venda

Segundo o Itaú BBA, “o processo de privatizações vem evoluindo rapidamente, superando marcos importantes. Dentre eles, a aprovação do Projeto de Lei 493/2022, que visa transformar a Copel (CPLE6) em sociedade anônima de capital fechado; resolução do MME estabelecendo bônus de concessão para renovação de três usinas hidrelétricas; e o acordo entre o governo do Paraná e o Itaú, que pôs fim a uma antiga disputa e suspendeu as restrições ao governo do estado de vender suas ações na oferta secundária”. O BBA lembra que os próximos marcos importantes são a aprovação dos termos da privatização e a definição do preço mínimo de acompanhamento pelo TCE.

update 10h51

Haddad diz que a Fazenda pretende atuar no mercado de crédito para impulsionar investimentos

“Nós devemos anunciar aval do Tesouro para as PPPs (parcerias público-privadas) estaduais e municipais. Na área de saneamento, pode ter um boom de investimentos muito importante se o Tesouro entrar, dando aval para as PPPs”, disse o ministro em visita à China.

update 10h50

Dólar comercial renova queda, com -0,80%, e chega a R$ 4,901

update 10h50

PGE pede que Bolsonaro se torne inelegível por mentiras sobre urnas

Expectativa é de liberação do caso para plenário nas próximas semanas.

update 10h49

Ibovespa sobe 0,12% e retoma os 107 mil pontos; agora opera com 107.015,63 pontos

update 10h46

CBA (CBAV3): venda da posição em Niquelândia é positiva, diz análise

A venda por R$ 20 milhões vem “em linha com sua estratégia de focar em seu negócio principal de alumínio”, diz o Bradesco BBI. “Após o fechamento do negócio, a CBA (CBAV3) não terá mais exposição em Niquelândia (GO), que tem sido um obstáculo de caixa relevante para a empresa. Dito isso, vemos o tamanho do negócio como positivo para a CBA”. O BBI mantém CBAV3 como neutra, embora veja espaço para “alguma recuperação nos preços do alumínio à medida que a China reabre sua economia”.

update 10h44

Grandes bancos passam a subir; BB (BBAS3) lidera, com +0,87%

Itaú (ITUB4) sobe 0,74%, Santander (SANB11) avança 0,18% e Bradesco (BBDC4) tem ganhos de 0,43%.

update 10h43

Ibov volta para queda de 0,14%, aos 106.740,06 pontos

update 10h42

Dólar comercial recua 0,65%, a R$ 4,909

update 10h42

Ibovespa vira para alta de 0,01%, aos 106.895,97 pontos

update 10h41

Haddad: Um dos grandes impeditivos da produtividade da economia brasileira é a questão tributária

“A reforma tributária é essencial para que tenhamos um choque de produtividade”, disse o ministro da Fazenda, durante visita a China. Fenando Haddad crê que a reforma possa ser aprovada ainda esse ano no Congresso.

update 10h39

Estrangeiro ingressou com R$ 1,083 bilhão em 11/04; Ibovespa saltou 4,29% na data

Na sessão em que teve o maior ganho percentual em um dia, desde 3 de outubro de 2022, quando fechou em disparada de 5,54%, após o primeiro turno das eleições no país, se observou um forte ingresso de estrangeiros no mercado secundário da B3: R$ +1,083 bilhão. Dessa forma, o saldo acumulado em abril avançou para R$ 1,697 bilhão e, no ano de 2023, para R$ 10,189 bilhões. Institucional – Dia 11, o investidor institucional ingressou com R$ 673 milhões, mas nos acumulados, de abril (R$ -1,618 bilhão), e do ano (R$ -14,299 bilhões), segue negativo. PF – No caso do investidor pessoa física, houve saques líquidos de R$ 1,601 bilhões no dia 11, elevando as saídas para R$ 1,291 bilhão em abril, mas no ano segue positivo: R$ +2,233 bilhões.

update 10h37

Haddad: Com a dinamização dos bancos multilaterais dos Brics, as transações comerciais em moeda diferente do dólar podem ser facilitadas

O ministro da Fazenda, que está na China acompanhando Lula, comentou que uma das tarefas que o presidente quer deixar em sua visita, é que os bancos multilaterais dos quais o país faz parte entre os Brics possam servir de catalizadores do processo de alternativa às moedas tradicionais, como o euro e o dólar. “Transações em dólar vão continuar acontecendo. Em caso específico onde os parceiros são muito fortes e tradicionais, pode-se pensar em mecanismos muito mais condizentes com essa situação”, afirmou Fernando Haddad.

update 10h37

Ibovespa atenua queda para 0,22%, aos 106.656,85 pontos

update 10h35

MRV (MRVE3): números operacionais do 1T23 mostra recuperação de vendas, diz análise

“Apesar do consumo de caixa significativo no 1T23, o que era esperado, a MRV (MRVE3) conseguiu recuperar sua velocidade de vendas após um fraco 4T22″, diz o Bradesco BBI. “Em nossa visão, este foi o principal destaque positivo dos números operacionais do 1T23”. Mas o BBI entende também que o preço médio de venda mais alto reforça as expectativas de melhoria de margem ao longo de 2023 que, “além da melhoria da velocidade de vendas, deve aliviar o consumo de caixa e eventualmente levar ao breakeven, provavelmente no 2S23″. A classificação da ação é outperform, com preço-alvo de R$ 16,00.

update 10h32

Dólar comercial cai 0,52%, a R$ 4,915

update 10h32

Ações de Vale (VALE3) renovam máxima, mas ainda em queda de 0,15%

update 10h31

Índices em Nova York abrem dia em alta, após PPI

Investidores em Wall Street tiveram mais uma relatório de inflação em queda. Dessa vez, a inflação ao produtor, que recuou em março em relação a fevereiro e na base anual. Pedidos semanais de seguro-desemprego subiram, mostrando esfriamento do mercado de trabalho.

  • Dow Jones: +0,14%
  • S&P 500: +0,30%
  • Nasdaq: +0,64%
update 10h30

Fora de leilão, ações de Lojas Renner (LREN3) recuam 2,85%

update 10h29

Ações de Hapvida (HAPV3) saem do leilão e operam em queda de 3,36%

update 10h28

Haddad: Mercado de capitais está travado aguardando medidas da autoridade monetária

Durante visita a China, o ministro da Fazenda se manifestou sobre a taxa Selic. “A taxa de juros inviabiliza muitos investimentos”, disse Fernando Haddad. “Agora, quero crer que o Banco Central tem uma janela de oportunidade, que espero que seja aproveitada para que o Brasil possa pensar no crescimento econômico sustentável. Tudo está convergindo do que chamo de harmonizar o fiscal com o monetário”, comentou ainda o ministro, ressaltando sinais na economia que flui para a redução dos juros, como a queda inflação, o real mais valorizado e a curva de juros futuro caindo.

update 10h24

Nova mínima: Ibov cai 0,56%, aos 106.287,40 pontos

update 10h24

Lula questiona dólar como padrão e defende moeda alternativa para trocas comerciais entre os Brics

Presidente defendeu que países tenham capacidade de endividamento para financiar a realização de investimentos.

update 10h23

Ações de papel e celulose operam sem direção; Suzano (SUZB3) é a única alta, com +0,19%

Klabin (KLBN11) cai 0,74% e Irani (RANI3) recua 1,27%.

Mont Capital - Carteira Administrada

update 10h22

Ibov renova mínima, com -0,53%, aos 106.321,50 pontos

update 10h22

Com Ibov em queda, somente 13 ativos sobem no momento; MRV (MRVE3) lidera, com +1,95%, após divulgação de prévia do 1T23

update 10h21

Azul (AZUL4) e Gol (GOLL3) renovam mínimas, com -1,48% e -1,28%

update 10h20

Ações de Petrobras (PETR3 PETR4) renovam máximas, com +1,21% e +0,51%

update 10h20

Companhias de educação operam entre perdas e ganhos; Yduqs (YDUQ3) e Cogna (COGN3) sobem 1,48% e 0,50%

Ser (SEER3) cai 0,32%, Anima (ANIM3) sobe 0,83% e Cruzeiro do Sul (CSED3) recua 0,87%.

update 10h19

Supermercadistas em queda nesta manhã: Assaí (ASAI3) tem menos 1,73%, Carrefour (CRFB3) cai 0,09% e Pão de Açúcar (PCAR3) perde 0,33%

update 10h19

Ações de frigoríficas recuam hoje; BRF (BRFS3) lidera perdas, com -5,73%

Marfrig (MRFG3) cai 3,67%, Minerva (BEEF3) cai 1,99% e JBS (JBSS3) tem perdas de 0,98%.

update 10h16

Eletrobras (ELET3 ELET6) vira para queda: respectivamente, 0,63% e 0,26%

update 10h16

Ibov retoma os 107 mil pontos, mas vira para queda, após acumular 6,2% na semana; dólar cai para R$ 4,92

Após acumular alta 6,2% na semana, o Ibovespa opera em baixa de 0,37%, aos 106.492,43 pontos, após subir nos primeiros minutos do pregão e bater os 107 mil pontos. Destaque positivo para as ações de Petrobras (PETR4), companhias de educação e telefônicas. Na contramão, recuam as ações de Vale (VALE3), varejistas, frigoríficas, grandes bancos e construtoras. Enquanto o dólar comercial recua para R$ 4,92, os juros futuros caem mais uma vez por toda a curva. Em meio a discussões sobre taxação de compras internacionais, arcabouço fiscal e possibilidade de queda de juros, as atenções domésticas se voltam para a participação de Roberto Campos Neto em eventos nos EUA, e para comitiva do presidente Lula na China. Às vésperas da temporada de balanços do 1T23, saíram ontem à noite as primeiras prévias, com números divulgados pelas construtoras MRV (MRVE3), Cyrela (CYRE3) e Moura Dubeux (MDNE3). No exterior, os índices futuros também sobem, em repercussão aos recentes dados de pedidos de auxílio-desemprego e inflação ao produtor. (Felipe Alves)

update 10h16

Bancos começam dia de forma mista e sem amplitude

Banco do Brasil (BBAS3) cai 0,05%, Bradesco (BBDC4) cai 1,01%, Itaú Unibanco (ITUB4) recua 0,55%, enquanto Santander (SANB11) sobe 0,11%.

update 10h14

Aéreas viram para queda: Azul (AZUL4) recua 0,49% e Gol (GOLL4) perde 0,43%

update 10h12

Ibovespa sai dos leilões com queda de 0,28%, na mínima do dia, com 106.588,85 pontos

Voltaram a leilão: Lojas Renner (LREN3) e Hapvida (HAPV3).

update 10h12

Banco Central informa primeira parcial PTAX com compra a R$ 4,9230 e venda a R$ 4,9236

update 10h12

Varejo começa sessão sem amplitude e sem direção

Arezzo (ARZZ3) tem mais 0,26%, Lojas Renner (LREN3) cai 3,32%, Magazine Luiza (MGLU3) ganha 0,52%, Grupo Soma (SOMA3) avança 0,12% e Via (VIIA3) ganha 0,49%.

update 10h10

CVC (CVCB3) inicia dia com queda de 0,61%, a R$ 3,25, mínima do dia e perdas de R$ 0,02

update 10h10

B3 (B3SA3) inicia dia com menos 2,11%, a R$ 11,61

update 10h09

Telefonia começa pregão em alta: Oi (OIBR3) sobe 1,72%, TIM (TIMS3) avança 0,76% e Vivo (VIVT3) tem mais 0,99%

update 10h08

Aéreas começam a sessão em alta: Azul (AZUL4) sobe 0,74% e Gol (GOLL4) ganha 0,57%

Embraer (EMBR3) sobe 0,99%.

update 10h07

Petrobras (PETR3 PETR4) inicia a sessão com altas: respectivamente, 0,62% e 0,12%

update 10h06

Eletrobras (ELET3 ELET6) abre sessão com mais 0,91% e 0,77%, respectivamente

update 10h05

Vale (VALE3) começa sessão com queda de 0,86%, a R$ 79,91

update 10h04

Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,04%, aos 106.930,58 pontos

update 9h53

Após subirem na abertura, juros futuros operam em queda por toda a curva

Valor (%) Variação (%) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%)
DI1F24 13,135 -0,04 -0,005 2594,00 -0,94 -0,49
DI1F25 11,800 -0,08 -0,01 6997,00 -2,07 -1,95
DI1F27 11,725 -0,26 -0,03 3387,00 -2,37 -3,10
DI1F29 12,120 -0,33 -0,04 2416,00 -2,26 -3,19
DI1F31 12,380 -0,40 -0,05 1311,00 -2,21 -3,28
DI1F33 12,510 -0,32 -0,04 720,00 -2,04 -3,10
update 9h52

Ibovespa precisa fechar acima dos 108,3 mil para confirmar tendência de alta, aponta análise técnica

Segundo relatório de análise técnica do Itaú BBA, o Ibovespa passou boa parte do pregão da véspera acima dos 106.800 pontos, “o que colocaria o índice em tendência de alta”, mas o mercado perdeu força no final da sessão e acabou fechando aos 106.889 pontos. Isso, conforme o BBA, “tecnicamente”, anula o início da tendência de alta.

“Isso não quer dizer que uma nova tendência de alta está longe de acontecer. Para isso, basta o índice ultrapassar a máxima deixada em 108.300 pontos. Se o índice conseguir superar este nível, poderemos ver o mercado voltar a negociar em patamares como 110.500 e 114.900 pontos. Do lado da baixa, o índice deixou suportes em 104.100 e 99.700 pontos”, destacou o BBA.

Fonte: Itaú BBA
update 9h51

Mitre (MTRE3): Resultado operacional do 1T23 marginalmente positivo

Para o Bradesco BBI, o 1T23 da Mitre (MTRE3) foi impulsionado por um forte aumento no volume de vendas durante um período sazonalmente mais fraco em termos de lançamentos. No entanto, a Mitre está em um ponto do ciclo de negócios que combina alguns pontos de preocupação em relação à tendência de alta de estoque, queda de margem e queima de caixa em meio às incertezas macro do segmento, embora o resultado dos projetos a serem entregues em 2023 deva ser fundamental para compensar esses riscos, avalia o banco. O BBI tem recomendação outperform para a Mitre, com preço-alvo de R$ 9/ação.

update 9h50

Dólar comercial alivia queda para -0,13%, a R$ 4,935

update 9h48

Organizações pedem que Ibama não libere Petrobras (PETR4) para perfurar Foz do Amazonas

Petrobras assumiu o compromisso de desbravar a região, depois que petroleiras como TotalEnergies e BP desistiram de ativo.

update 9h46

Taxa de desemprego dos países da OCDE permanece na mínima histórica de 4,8% em fevereiro

No segundo mês do ano, o índice de desemprego caiu ou se manteve estável em mais de 70% dos integrantes da organização.

update 9h44

Futuros em Nova York operam em leve alta, após PPI em queda

  • Dow Jones Futuro: +0,14%
  • S&P 500 Futuros: +0,22%
  • Nasdaq Futuro: +0,34%
update 9h43

Dólar futuro vira para alta de 0,06%, a R$ 4,936

update 9h39

ADRs PBRA e PBR da Petrobras sobem, respectivamente, 0,97%, a US$ 10,58, e 0,94%, a US$ 11,86 no pré-mercado

  • ADRs de Exxon Mobil: -0,44%
  • ADRs de Chevron: +0,57%
  • ADRs de Shell PLC: +0,37%
  • ADRs de BP PLC: +0,20%
  • ADRs de TotalEnergies: +0,91%
update 9h34

ADRs da Vale sobem 0,92%, a US$ 16,39, no pré-mercado

  • ADRs de BHP: -0,34%
  • ADRs da Rio Tinto: +0,95%
update 9h33

Índice EWZ sobe 0,51% no pré-mercado dos EUA

update 9h33

Tenda (TEND3) continua com sua estratégia de precificação, privilegiando a composição de margem e priorizando a geração de caixa

A avaliação é do Bradesco BBI, após a Tenda (TEND3) apresentar os resultados operacionais do 1T23. Para o banco, apesar de uma perspectiva inicial negativa no resultado do primeiro leilão do programa habitacional da prefeitura de São Paulo Pode Entrar, ainda deve-se aguardar capítulos adicionais que possam destravar valor e trazer alívio significativo para os covenants da empresa, impactando positivamente seu processo de recuperação. O BBI tem recomendação neutra para a Tenda, com preço-alvo de R$ 8/ação.

update 9h33

EUA: núcleo do Índice de Preços ao Produtor (PPI) em março recua 0,1%, abaixo da expectativa de alta de 0,3%

A leitura de fevereiro mostrou que o PPI subiu 0,2% em relação a janeiro (revisado de 0,0%). Na base anual, o núcleo do PPI subiu 3,4%, em linha com a expectativa e uma desaceleração em relação aos 4,8% aferidos nos doze meses encerrados em fevereiro (revisados de mais 4,4%).

update 9h31

EUA: Índice de Preços ao Produtor (PPI) em março recua 0,5%, abaixo expectativa de alta de 0,1%

A leitura de fevereiro ficou em queda de 0,1%. Na base anual, o PPI acumula em março alta de 2,7%, abaixo da expectativa de mais 3,0%, uma desaceleração em relação aos 4,9% acumulados nos doze meses até fevereiro (revisados de 4,6%).

update 9h31

EUA: pedidos de seguro-desemprego esta semana sobem a 239 mil, acima da expectativa de 232 mil

A leitura da semana anterior ficou em 228 mil. A média das últimas quatro semanas ficou em 240 mil, enquanto as quatro encerradas na semana passada ficou em 237,75 mil.

update 9h28

Ibovespa futuro sobe 0,32%, aos 109.200 pontos

update 9h23

Ibovespa Futuro tem leve alta com investidores de olho em Lula na China e com atenção a mais dados de inflação nos EUA

Ibovespa futuro sobe agora 0,14%, aos 109.010 pontos.

update 9h22

Preços da gasolina no Brasil não se movimentam e seguem abaixo da paridade internacional, diz Abicom

Petrobras (PETR3;PETR4) alterou os preços da gasolina há 44 dias. Já os do diesel foram alterados há 22 dias. A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis publica o estudo diariamente, de segunda a sexta.

  • Diesel (média nacional): +4%, ou +R$ 0,13 (ontem: +4% ou +R$ 0,13)
  • Gasolina (média nacional): -7%, ou -R$ 0,22 (ontem: -7% ou -R$ 0,25)
update 9h17

Governo nega nova taxa para compras internacionais e diz que só reforçará fiscalização

‘Nunca existiu isenção de US$ 50 para compras on-line do exterior’, afirmou o Ministério da Fazenda em nota; entenda o que vai mudar na prática.

update 9h16

Neoenegia (NEOE3): Volumes de distribuição e geração térmica não tiveram brilho no 1T23, apesar do bom desempenho de renováveis

Para o Credit Suisse, os resultados da Neoenergia (NEOE3) no 1T23 devem ser afetados negativamente pelos fracos volumes das distribuidoras (pressionados pelo menor consumo comercial e industrial, o que, por sua vez, pode melhorar o mix tarifário neste trimestre) e pela falta de despacho da unidade Termopernambuco, embora parcialmente compensado pela forte geração eólica por trás de novos ativos em operação. O banco tem recomendação outperform para a Neoenergia, com preço-alvo de R$ 19,90/ação.

update 9h10

Dólar comercial amplia queda para 0,56%, a R$ 4,914

update 9h07

Ibovespa futuro volta a subir 0,19%, aos 109.070 pontos

update 9h06

Após dias seguidos de queda, juros futuros abrem em alta por toda a curva

Valor (%) Dia (%) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%)
DI1F24 13,150 0,076104 0,010 70 -0,83 -0,38
DI1F25 11,830 0,169348 0,020 244 -1,83 -1,70
DI1F27 11,780 0,212675 0,025 74 -1,92 -2,64
DI1F29 12,170 0,082237 0,010 16 -1,85 -2,80
DI1F31 12,450 0,160901 0,020 12 -1,66 -2,73
DI1F33 12,590 0,318725 0,040 29 -1,41 -2,48
update 9h03

Ibovespa futuro vira para queda de 0,05%, aos 108.805 pontos

update 9h02

Dólar comercial abre em queda de 0,44%, cotado a R$ 4,920 na compra e a R$ 4,920 na venda

update 9h01

Dólar futuro abre em alta de 0,04%, cotado a R$ 4,935

update 9h01

B3 (B3SA3): Banco reduz preço-alvo de R$ 14 para R$ 13/ação e mantém recomendação neutra

O Credit Suisse reviu previsões após resultados operacionais fracos da B3 (B3SA3) no 1T23. O banco vê crescimento moderado dos lucros em 2023, com possível recuperação nos volumes em 2024.

update 9h01

Ibovespa futuro abre em alta de 0,13%, cotado aos 109,020 pontos

update 8h55

Confira o InfoMorning

update 8h52

Análise técnica de Ibov e dólar, por Pamela Semezatto, da Clear Corretora

IBOV: o dia de ontem deu continuidade na alta, mas com muito pavio superior, bem na região da média de 200 aritmética do gráfico diário e semanal, o que pode indicar uma consolidação nos próximos dias. Enquanto estiver acima do suporte de 97.000 pontos, seguimos na lateralização maior.

DÓLAR: conseguiu confirmar o rompimento do suporte de 5.060 com um candle com bom deslocamento ontem, mas já se aproximou de região de suporte anterior em 4.920 pontos. Ainda seria interessante esperar a semana fechar para confirmar o rompimento, mas segue sem sinais de força compradora.

update 8h50

CME: dois terços do mercado preveem alta de 25 bps na próxima reunião em maio

5,25%-5,50% 5,00%-5,25% 4,75%-5,00% 4,50%-4,75% 4,25%-4,50% 4,00%-4,25% 3,75%-4,00%
03/05 65,9% 34,1%
14/06 7,2% 64,6% 28,2%
26/07 3,3% 33,3% 48,1% 15,4%
20/09 1,0% 12,9% 38% 37,6% 10,4%
1º/11 0,4% 5,6% 22,6% 37,9% 27,1% 6,4%
13/12 0,1% 1,7% 9,7% 26,3% 35,3% 22,1% 4,9%
update 8h48

MRV (MRVE3) apresentou dados operacionais mistos no 1T23

Para a XP, os lançamentos da MRV (MRVE3) no 1T23 diminuíram significativamente no trimestre para focar no crescimento do volume de vendas. A corretora ressalta que apesar do consumo de caixa negativo no período, ela vê redução gradual desse item como uma indicação positiva do processo de recuperação da rentabilidade em curso realizado pela empresa.

update 8h44

Minério de ferro recua com maior preocupação sobre demanda da China

Os contratos futuros de minério de ferro caíram nesta quinta-feira, com o pessimismo sobre a demanda por aço na China prevalecendo, mesmo com os traders monitorando um forte ciclone que pode interromper os embarques da Austrália, importante fornecedora do ingrediente siderúrgico. O enfraquecimento dos preços do aço na China indicou uma demanda fraca em um momento em que a atividade de construção no maior consumidor de minério de ferro está se recuperando. O aumento dos riscos de recessão também obscureceu as perspectivas para as exportações chinesas de aço, disseram analistas. O plano da China, ainda não confirmado, de limitar sua produção anual de aço bruto, em meio à busca para conter a especulação do preço do minério de ferro, também tem sido um empecilho para o mercado. A China deve divulgar um plano em que limita a produção das siderúrgicas domésticas aos níveis de 2022, informou a Bloomberg nesta quinta-feira. (Reuters)

update 8h41

Cyrela (CYRE3) apresentou dados operacionais saudáveis no 1T23

Segundo a XP, os lançamentos da Cyrela (CYRE3) no 1T23 tiveram um desempenho resiliente, impulsionados pelo aumento no segmento de média renda. Além disso, a corretora destaca o sólido desempenho das vendas líquidas, acima das estimativas, apesar do cenário macro desafiador com taxas de juros mais altas e baixa confiança do consumidor. A XP mantém visão positiva para a Cyrela, com recomendação de compra e preço-alvo de R$33,00/ação.

update 8h38

Petrobras (PETR4) vai desembolsar R$ 4 bi para cobrir rombo de fundo de pensão de funcionários

Montante será pago em parcelas mensais, durante toda a vigência do plano, cuja vida útil estimada é de 93 anos.

update 8h37

Dilma toma posse na presidência do banco dos Brics com a presença de Lula

Cerimônia aconteceu em Xangai, e também contou com participação do ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

update 8h32

Moura Dubeux (MDNE3): Vendas consolidadas melhoraram no 1T23 após uma pequena queda no 4T22

O Bradesco BBI ressalta, no entanto, que os lançamentos no 1T23 foram sazonalmente fracos, o que pode refletir uma perspectiva macro um pouco mais cautelosa à medida que Moura Dubeux (MDNE3) avança com o crescimento. O BBI tem recomendação outperform para a Moura Dubeaux, com preço-alvo de R$ 12/ação.

update 8h25

EUA: rendimentos dos Treasuries operam estáveis, com investidores considerando inflação e perspectivas das taxas de juros

  • Treasuries: T-note de 10 anos a 3,424% (+0,003)
  • Treasuries: T-note de 2 anos a 3,975% (+0,003)
update 8h24

Hapvida (HAPV3) levanta R$ 1,06 bilhão com oferta subsequente de ações

Recursos ajudarão a companhia reduzir sua alavancagem financeira.

update 8h23

MRV (MRVE3) tem números operacionais positivos no 1T23

Para o Credit Suisse, o resultado da MRV (MRVE3) no 1T23 reflete o foco da empresa em melhorar a lucratividade em vez de aumentar os volumes. O banco destaca o trimestre positivo da MRV em termos de vendas, não só atingindo uma marca recorde para um primeiro trimestre, mas também conseguindo aumentar o preço médio e melhorar a velocidade de vendas. O Credit Suisse tem recomendação outperform para a MRV, com preço-alvo de R$ 15/ação.

update 8h22

PIB do Reino Unido fica estável em fevereiro, segundo estimativa oficial

Estagnação foi puxada por serviços, setor prejudicado pela onda de greves no mês, e pela produção industrial; índice de construção subiu.

update 8h20

Análise técnica: Confira as tendências para os juros futuros (DIs)

Segundo relatório de análise técnica da XP, assinado por Gilberto Coelho, o DI-2029 está em tendência de baixa pelas médias de 21 e 200 dias. Abaixo dos 12,10 tem projeções em 11,90 e 11,61 por Fibonacci. Para sinal de repique, precisaria fechar acima dos 12,23 mirando de 12,46 a 12,63. O IFR aponta para baixo, mas entrou em sobrevenda, caso aponte para cima favorecerá repiques de alta.

DI 13-04DI 13-04
Fonte: relatório XP

 

Em relação ao DI-2033, a análise destaca que está em tendência de baixa e uma perda dos 12,51 projetaria teste dos 12,30 ou 12,05 por Fibonacci. Acima dos 12,65 teria sinal de repique mirando os 12,84 ou 13,00. O IFR aponta para baixo, mas entrou em sobrevenda, caso aponte para cima favorecerá repiques de alta.

DI33 13-04DI33 13-04
Fonte: relatório XP
update 8h17

Light (LIGT3) tem rating rebaixado pela S&P

A Light (LIGT3) informou que, nesta quarta-feira (12), teve seus ratings alterados pela S&P Global Ratings (S&P). Os ratings de crédito de emissor e de dívida da Light SESA foram rebaixados de ‘brCCC-’ para ‘D’ na escala nacional.

update 8h15

Cyrela (CYRE3) apresentou resultados operacionais sólidos no 1T23

O Bradesco BBI destaca que as vendas da Cyrela (CYRE3) superaram os lançamentos do trimestre, reduzindo os estoques – as vendas de estoque em construção representaram 61% das vendas totais enquanto os estoques prontos representaram 8%. O BBI tem recomendação outpeform para a Cyrela, com preço-alvo de R$ 22/ação.

update 8h14

BlackRock atinge fatia de 10,11% na Cogna (COGN3)

A gestora BlackRock, Inc. passou a deter 10,111% do total de ações de emissão da companhia, totalizando 189.747.964 ações ordinárias. Em adição, a BlackRock informou que detém 95.934.996 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações ordinárias da Cogna com liquidação financeira, representando aproximadamente 5,112% do total de ações ordinárias da empresa.

update 8h10

Abaixo dos 4.928, dólar futuro projetaria teste dos suportes em 4.890 ou 4.777, aponta análise técnica

O DOLK23 segue em tendência de baixa, mantendo o padrão de topos e fundos descendentes, aponta o analista da XP, Gilberto Coelho. Abaixo dos 4.928, projetaria teste dos suportes em 4.890 ou 4.777 em projeções de Fibonacci.
Acima dos 5.026 teria sinal de repique de alta mirando resistências em 5.110 ou 5.170 em pullback na média de 21 dias. O IFR entrou em sobrevenda e alertará para repiques se apontar para cima.

Dólar futuro 13/04Dólar futuro 13/04
Fonte: Relatório XP
update 8h04

Ethereum dispara 6% e alcança maior preço de 8 meses após atualização

A atualização Shanghai foi implantada na noite da quarta-feira (12).

update 8h03

Índice EWZ sobe 0,41% no pré-mercado dos EUA

update 8h03

Índice DXY recua 0,17%, aos 101,32 pontos

update 8h00

Ibovespa testou a média de 200 dias como resistência nos 108.280 pontos, aponta análise técnica

Se o Ibov romper os 108.280 pontos favorecerá o teste dos 110.400 ou 115.900 pontos, segundo o analista da XP, Gilberto Coelho. Já uma perda dos 106.200 traria sinal de realização, mirando suportes em 104.100 ou 101.850 em pullback na média de 21 dias. O IFR entrou em sobrecompra aumentando o alerta de possíveis correções.

Ibovespa 13/04Ibovespa 13/04
Fonte: relatório XP
update 8h00

Produção industrial na zona do euro sobe 1,5% em fevereiro e 2% em 12 meses, acima do esperado

Avanço no mês se deu principalmente devido ao desempenho dos setores de bens de capital (+2,2%) e de não duráveis (+1,9%).

update 7h54

Petrobras (PETR4) conclui condições para transferência do Polo Norte Capixaba para Seacrest

Estatal destaca que a operação foi concluída com o pagamento à vista de US$ 426,65 milhões para a Petrobras, já com os ajustes previstos no contrato.

update 7h50

XP: Oportunidades de swing trade para 13/04, por Gilberto Coelho

C ou V ATIVO Gatilho Parcial Alvo Loss MOTIVO Parcial (%) Alvo (%) Loss (%)
Compra BEEF3 10,04 10,89 12,20 9,69 IFR 8,47% 21,51% -3,49%
Compra TAEE11 34,51 36,09 37,49 33,27 IFR 4,58% 8,64% -3,59%
Compra RECV3 22,05 23,79 26,69 20,99 MM21 7,89% 21,04% -4,81%
Venda KEPL3 8,79 8,11 7,36 9,19 MM21 7,74% 16,27% -4,55%
Venda EMBR3 20,19 18,61 18,61 21,01 MM21 4,61% 7,83% -4,06%
update 7h45

Inflação ao consumidor na Alemanha desacelera para 7,4% em março, dentro do esperado

Núcleo do CPI, que exclui variações de energia e alimentos, continua pressionado: subiu 5,8% no mês, ante 5,7% em fevereiro.

update 7h45

Confira as sugestões de DayTrade do PagBank para hoje

Ativos para compra

Ticker Entrada Parcial % Objetivo % Stop %
BBAS3 R$ 43,27 R$ 43,94 1,55% R$ 44,57 3,00% R$ 42,63 -1,48%
SAPR11 R$ 19,03 R$ 19,18 0,79% R$ 19,39 1,89% R$ 18,89 -0,74%
TAEE11 R$ 34,91 R$ 35,34 1,23% R$ 35,68 2,21% R$ 34,52 -1,12%

Ativos para venda

Ticker Entrada Parcial % Objetivo % Stop %
EZTC3 R$ 14,68 R$ 14,40 1,91% R$ 14,13 3,75% R$ 14,96 -1,91%
RRRP3 R$ 31,99 R$ 31,45 1,69% R$ 31,02 3,03% R$ 32,51 -1,63%
VALE3 R$ 80,27 R$ 79,27 1,25% R$ 78,03 2,79% R$ 81,27 -1,25%
update 7h39

Chiquinho Sorvetes: de uma lojinha em Minas Gerais a uma gigante que prevê faturar mais de R$ 700 milhões em 2023

A empresa que começou em uma lojinha de 15 metros quadrados em Frutal, MG, quer chegar a 800 lojas espalhadas por (quase) todos os estados brasileiros.

update 7h33

Valorização do salário-mínimo será encaminhada em breve ao Congresso, diz Marinho

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, disse que encaminhará até maio ao Legislativo a proposta que estabelece em R$ 1.320 o novo salário-mínimo. Segundo ele, o governo encaminhará também a nova política de valorização permanente do salário-mínimo. De acordo com o ministro, os parâmetros dessa política estão sendo estudados pelo governo em um grupo que conta com a participação das centrais sindicais. A expectativa é que a proposta seja apresentada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele retornar da viagem que faz à China. As afirmações foram feitas ontem na Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados. Segundo Marinho, a política de valorização do salário-mínimo dos primeiros governos Lula e do governo Dilma Rousseff impactou positivamente na distribuição de renda, sem elevar a inflação, o desemprego e a informalidade. (Agência Brasil)

update 7h28

Bruno Funchal reconhece importância de avanços na agenda macro, mas cobra foco na microeconomia

Neste contexto, ele reitera que avançar na direção de simplificar o regime tributário também é importante.

update 7h25

BDRs de ETFs de ouro, prata e tecnologia se destacam entre os mais rentáveis de março

Número de investidores pessoa física tiveram leve queda, mas ainda tem boa participação nos recursos em custódia.

update 7h21

STF: placar se acirra em 5 a 5 em ação ADC 49, de impacto bilionário para varejo

Caso trata de créditos de ICMS após Corte determinar que o tributo não incide no envio de mercadorias entre lojas de uma mesma empresa em Estados diferentes.

update 7h19

Cyrela (CYRE3) tem alta de 17,7% nas vendas líquidas no 1º tri de 2023, para R$ 1,55 bi

Das vendas, R$ 130 mi se refere à venda de estoque pronto, R$ 936 mi à venda de estoque em construção e R$ 479 mi à venda de lançamentos.

update 7h18

PAC e novos investimentos estarão dentro do PPA, diz secretária de Planejamento

“Estamos fazendo um processo que busca a qualidade do gasto. Vamos priorizar onde há resultados mensuráveis”, disse a secretária.

update 7h16

MRV (MRVE3) tem trimestre recorde de vendas, totalizando R$ 1,8 bi, e reduz queima de caixa

As vendas líquidas da MRV totalizaram um valor geral de vendas (VGV) de R$ 1,8 bilhão e 8.255 unidades vendidas (%MRV) no primeiro trimestre de 2023 (1T23), aumento de 21% em relação ao 4T22 e de 20% frente a 1T22.

update 7h14

Tenda (TEND3) registra vendas líquidas de R$ 600,3 mi no primeiro trimestre de 2023, alta de 3,8% na base anual

A Tenda lançou 7 empreendimentos no 1T23, totalizando um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 447,6 milhões.

update 7h12

Mitre (MTRE3) tem alta de 58% nas vendas no 1º trimestre de 2023, para R$ 242 mi

Velocidade de vendas (VSO) no 1T23 atingiu 12,2%, 0,6 ponto percentual superior ao patamar do 1T22.

update 7h10

B3 (B3SA3) registra queda de 20,5% no volume negociado de ações em março na base anual

Velocidade de giro caiu de 167,3% em março de 2022 para 161,8% em março deste ano.

update 7h08

Dólar fechou ontem em queda de 1%, abaixo de R$ 5 pela primeira vez em 10 meses; analistas apontam o que esperar

Queda ocorreu após dado de inflação CPI nos EUA abaixo do esperado, aumentando apostas de que Fed pode antecipar fim do ciclo de aperto monetário.

update 7h07

Lula destaca viés social do Banco dos Brics e questiona dolarização entre os países membros

Na posse de Dilma Rousseff como presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB na sigla em inglês), em Xangai, na China, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poupou críticas ao modelo tradicional de financiamento de instituições financeiras internacionais. O NDB, também conhecido como Banco do Brics (bloco econômico composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), não tem a participação do Fundo Monetário Internacional (FMI) ou instituições financeiras de países de fora do grupo. Fato destacado por Lula. “Pela primeira vez um banco de desenvolvimento de alcance global é estabelecido sem a participação de países desenvolvidos em sua fase inicial. Livre, portanto, das amarras e condicionalidades impostas pelas instituições tradicionais às economias emergentes. E mais, com a possibilidade de financiamento de projetos em moeda local”.

update 7h05

Agenda do dia tem dados de inflação ao produtor nos EUA; Campos Neto está nos EUA e Lula na China

A agenda desta quinta é marcada por dados de inflação ao produtor nos Estados Unidos referente ao mês de março, às 9h30. O consenso Refinitiv projeta estabilidade na comparação com fevereiro e alta de 3% na base anual. Pedidos de seguro-desemprego semanal também são destaque da agenda americana, às 9h30, com consenso Refinitiv prevendo 232 mil solicitações no período. Às 7h30, Roberto Campos Neto, presidente do BC, tem reunião com Presidentes de Bancos Centrais do G20, em Washington, EUA. No mesmo horário, Lula tem audiência com o Secretário-Geral do Partido Comunista em Xangai, Chen Jining. Às 13h30, Campos Neto participa de reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington.

update 7h02

MInério de ferro cai 3% e barris de petróleo operam estáveis

Os preços do petróleo operam próximos da estabilidade, com traders cautelosos devido às preocupações persistentes com uma recessão nos Estados Unidos e uma demanda mais fraca pela commodity. As cotações do minério de ferro na China, por sua vez, fecharam com forte baixa na sessão desta quinta-feira.

  • Petróleo WTI, -0,07%, a US$ 83,20 o barril
  • Petróleo Brent, -0,15%, a US$ 87,20 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 3,09%, a 769,00 iuanes, o equivalente a US$ 111,85 
update 6h59

Mercados da Europa oscilam hoje

Os mercados de ações europeus operam mistos na sessão de hoje, com agentes do mercado digerindo dados de inflação dos EUA e ata do Fomc divulgados na quarta-feira. O setor de bens de consumo lidera os ganhos com um salto de 2%, enquanto o setor de utilidade pública registra a maior queda com uma retração de 0,8%. Ações da gigante do luxo LVMH atingiram um recorde histórico após fortes resultados no primeiro trimestre. A companhia registrou receita de 21 bilhões de euros (US$ 23,1 bilhões) no primeiro trimestre de 2023, um aumento de 17% em relação ao ano anterior.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,03%
  • DAX (Alemanha), -0,03%
  • CAC 40 (França), +0,96%
  • FTSE MIB (Itália), -0,18% 
  • STOXX 600, +0,23% 
update 6h58

Índices futuros sobem nos EUA antes de mais dados econômicos

Os índices futuros dos EUA sobem nesta manhã de quinta-feira, com investidores avaliando o risco de recessão após a ata da última reunião do Federal Reserve em março. O BC americano espera que a recente crise bancária cause uma recessão ainda este ano. Os investidores aguardam pelos dados da inflação no atacado, com o relatório do índice de preços ao produtor do Bureau of Labor Statistics previsto para às 9h30 (horário de Brasília). Os pedidos semanais de seguro-desemprego também são previstos para hoje.

update 6h56

Mercados da Ásia fecham entre perdas e ganhos

Os mercados asiáticos fecharam sem direção definida, com temores de recessão renovados pela ata do Fomc divulgada na sessão passada. Na frente econômica, as exportações da China superaram as expectativas e marcaram um salto surpreendente em março, registrando um crescimento de 14,8%, após uma queda de 6,8% em fevereiro. Isso interrompe uma sequência de quedas de cinco meses, enquanto as importações também caíram menos do que o esperado em 1,4%. Em termos de dólares americanos, a China teve um superávit comercial de US$ 88,19 bilhões, muito acima das expectativas de  superávit de US$ 39,2 bilhões.

  • Shanghai SE (China), -0,27%
  • Nikkei (Japão), +0,26%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,17%
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,43% 
  • ASX 200 (Austrália), -0,27%
update 6h55

Abertura de mercados

Os índices futuros dos Estados Unidos operam com leve alta, enquanto bolsas da Europa e Ásia operam sem direção definida, depois que a ata da última reunião do Fomc sinalizou na véspera que os desenvolvimentos recentes no setor bancário provavelmente resultarão em recessão. Os comentários do Fed apagaram os ganhos anteriores vistos em Wall Street após a divulgação do relatório do índice de preços ao consumidor (CPI) dos EUA, que mostrou que desaceleração da inflação em março. O CPI subiu 0,1% em março na comparação com fevereiro e atingiu 5,0% no acumulado em 12 meses. A inflação do mês ficou abaixo do estimado pelos analistas. O consenso Refinitiv apontava para alta de 0,2% em março na comparação com fevereiro. A projeção para 12 meses era de 5,2%. Na China, as exportações superaram as expectativas e marcaram um salto surpreendente em março, registrando um crescimento de 14,8%, após uma queda de 6,8% em fevereiro. No Brasil, com a agenda de indicadores esvaziada, as atenções se voltam para participação de Roberto Campos Neto, presidente do BC, em eventos nos EUA, e para comitiva do presidente Lula na China. Lula discursou durante a cerimônia de posse da ex-presidente Dilma Rousseff no NBD (Novo Banco de Desenvolvimento) e também visitou a fábrica da gigante de tecnologia chinesa Huawei, em Xangai.

update 6h52

Desempenho das ações nesta 4ª feira

Maiores altas:

Ativo Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Negócios Semana (%) Mês (%) Ano (%)
Ecorodovias ECOR3 7,54 6,42 0,45 22.775 18,01 23,94 44,27
BB BBAS3 6,96 42,72 2,78 110.419 9,48 9,23 26,18
Banco Pan BPAN4 4,19 5,47 0,22 11.280 12,09 7,25 -9,88
Cyrela CYRE3 3,81 15,82 0,58 22.048 13,81 12,36 21,04
Petz PETZ3 3,68 6,20 0,22 17.959 8,58 0,00 -0,96
Eztec EZTC3 3,31 14,69 0,47 19.255 15,22 20,61 9,69
Eletrobras PNB ELET6 3,25 38,72 1,22 19.995 7,68 6,73 -10,43
Cemig CMIG4 3,23 12,47 0,39 37.832 6,67 9,00 13,65
CVC CVCB3 3,15 3,27 0,10 13.052 18,05 5,14 -27,17
Raia Drogasil RADL3 2,99 26,16 0,76 34.603 4,64 7,17 10,47

Maiores quedas:

Ativo Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Negócios Semana (%) Mês (%) Ano (%)
Carrefour CRFB3 -3,60 11,53 -0,43 22.312 1,41 -6,94 -21,99
Vale VALE3 -2,14 80,60 -1,76 67.905 5,02 0,39 -7,32
Assaí ASAI3 -1,84 14,44 -0,27 46.341 5,94 -7,08 -25,83
Met. Gerdau GOAU4 -1,64 11,97 -0,20 17.837 6,12 1,18 -6,94
Braskem BRKM5 -1,59 20,45 -0,33 11.486 4,71 5,63 -13,93
Embraer EMBR3 -1,41 20,21 -0,29 22.878 2,85 -2,79 41,23
Azul AZUL4 -1,06 12,15 -0,13 20.827 12,92 1,00 10,35
Pão de Açúcar PCAR3 -1,05 15,09 -0,16 10.582 5,67 2,44 -8,66
Bradespar BRAP4 -1,02 27,11 -0,28 9.724 3,99 1,08 -8,78
SLC Agrícola SLCE3 -1,02 45,81 -0,47 6.867 2,58 0,48 -2,34

Mais negociadas:

Ativo Negócios Dia (%) Valor (R$) Variação (R$) Semana (%) Mês (%) Ano (%)
BB BBAS3 110.419 6,96 42,72 2,78 9,48 9,23 26,18
Petrobras PN PETR4 110.072 0,74 25,85 0,19 7,71 10,23 5,51
B3 B3SA3 81.691 1,98 11,86 0,23 10,84 14,59 -9,10
Hapvida HAPV3 77.746 1,13 2,68 0,03 13,08 2,29 -47,24
Localiza RENT3 68.663 1,23 57,50 0,70 10,07 7,68 8,83
Vale VALE3 67.905 -2,14 80,60 -1,76 5,02 0,39 -7,32
Lojas Renner LREN3 66.882 1,72 17,19 0,29 9,42 3,74 -15,32
Itaú Unibanco ITUB4 65.397 0,67 25,64 0,17 5,04 3,70 3,80
Bradesco PN BBDC4 60.848 -0,50 13,80 -0,07 5,91 4,92 -5,36
update 6h50

DIs: juros futuros fecham 4ª feira com queda; vencimento em 25 foi exceção

Di (%) Valor (%) Variação (pp) Negócios Semana (%) Mês (%) Ano (%)
DI1F24 -0,08 13,140 -0,010 18.647 -0,90 -0,45 -2,30
DI1F25 0,04 11,810 0,005 53.893 -1,99 -1,87 -6,97
DI1F27 -0,17 11,755 -0,020 38.176 -2,12 -2,85 -6,74
DI1F29 -0,33 12,160 -0,040 13.496 -1,94 -2,88 -3,95
DI1F31 -0,32 12,430 -0,040 7.157 -1,82 -2,89 -1,74
DI1F33 -0,63 12,550 -0,080 5.912 -1,72 -2,79 -0,48
update 6h48

Fechamento: Ibovespa encerrou a 4ª feira com alta de 0,64%, aos 106.889,71 pontos

Durante a sessão, alta se aproximou dos 2%, mas foi desacelerando pela tarde. É o terceiro pregão seguido que o índice fecha com ganhos.

  • Máxima: 108.277,02
  • Mínima: 106.216,58
  • Volume: R$ 59,80 bilhões*

*Volume de R$ 33 bilhões foi ajustado pela B3 na sequência, com vencimento de opções.

Ibovespa fecha com ganhos, mas longe das máximas da sessão

Fonte: Clear Trader

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (10): +1,02%
  • Terça-feira (11): +4,29%
  • Quarta-feira (12): +0,64%
  • Semana: +6,02%
  • Abril: +4,91%
  • 2T23: +4,91%
  • 2023: -2,59%

Mês de abril é de ganhos e recuperação para Bolsa

Fonte: Clear Trader

Acompanhe diariamente a cobertura sobre bolsa, dólar e juros a partir das 7 horas.

Sugestões, dúvidas e críticas entre em contato com o editor de Mercados Ao Vivo do InfoMoney: [email protected].

InfoTrade: notícias, análises, vídeos, podcasts e guias no novo canal do InfoMoney sobre Mercados.