calendar
Notícias

133 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Ibovespa (IBOV) inicia semana decisiva para juros sem forças; Gol (GOLL4) despenca

Ibovespa (IBOV) inicia semana decisiva para juros sem forças; Gol (GOLL4) despenca

Mercado Financeiro 57 segundos atrás
Visitar site arrow
Ibovespa (IBOV) inicia semana decisiva para juros sem forças; Gol (GOLL4) despenca
ibovespa-ibov-b3-mercados-acoes
Ibovespa mostra fraqueza em início de semana de decisões de juros (Imagem: Divulgação/B3)

O Ibovespa (IBOV) começou a semana sob pressão. O mercado está na expectativa pelos acontecimentos dos próximos dias, visto que autoridades monetárias do Brasil e dos Estados Unidos vão se reunir para discutir o destino dos juros em seus respectivos países.

Referência na bolsa brasileira, o Ibovespa apresentou perdas de 0,31% nesta segunda-feira (29), a 128.573,05 pontos, de acordo com dados preliminares.

Ocorre nesta semana a Super Quarta, evento amplamente aguardado pelos investidores, que devem buscar pistas sobre o início do ciclo de flexibilização monetária nos EUA no comunicado do Federal Reserve (Fed) e no discurso pós-decisão de juros de Jerome Powell, presidente do banco central americano.

O consenso aponta que o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) manterá inalterada a taxa de referência de juros dos EUA, na faixa dos 5,25-5,50%.

No cenário doméstico, espera-se que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central siga com o ritmo de corte da Selic em 0,50 ponto percentual, conforme já sinalizado no comunicado da autarquia referente à última reunião.

Leandro Petrokas, diretor de research e sócio da Quantzed, avalia que o comitê deve reforçar uma visão de cautela com o cenário internacional, com foco nos problemas recentes no Mar Vermelho. Do lado interno, as autoridades devem olhar com atenção para o cenário fiscal.

“Se o Executivo não apresentar propostas robustas e negociar com o legislativo a aprovação das mesmas, podemos ver uma deterioração rápida das expectativas e um eventual stress na curva de juros (DIs) nas próximas semanas. Isso poderia pressionar o Banco Central nas futuras reuniões do Copom”, afirma o analista.

No âmbito político, o debate sobre a reoneração da folha de pagamento é pauta na agenda. De acordo com o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, continua discutindo o tema com Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e Arthur Lira (PP-AL), respectivamente presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados.

Mont Capital - Carteira Administrada

  • É possível voltar a sonhar com a Magazine Luiza (MGLU3)? Varejista aprova aumento de capital privado de R$ 1,25 bilhão, e o analista Fernando Ferrer responde se notícia pode mudar o jogo para a empresa. Confira no Giro do Mercado desta segunda-feira (29):

MGLU3 desacelera e GOLL4 desaba

As ações do Magazine Luiza (MGLU3), que chegaram a disparar mais de 9% no início do pregão, fecharam no zero a zero. O conselho de administração aprovou na última semana um aumento de capital privado de R$ 1,25 bilhão, o que, segundo analistas, deve ajudar a desafogar o balanço do varejista.

Enquanto isso, as ações da Gol (GOLL4) desabaram mais de 30%. A empresa entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos, aprovado na sexta. A empresa declara dívidas de R$ 20 bilhões, sendo que R$ 3 bilhões vencem no curto prazo.

As ações da Vale (VALE3) contribuíram para jogar o Ibovespa para baixo hoje. Apesar do avanço do minério de ferro nos mercados asiáticos, a mineradora engatou baixa, tendo no radar a reunião extraordinária do conselho de administração a ser realizada nos próximos dias que definirá o nome do novo CEO.

Já a Petrobras (PETR4) subiu 1,43%, renovando recorde de valor de mercado, mesmo em dia de recuo para o petróleo.

*Com informações da Reuters.

**Dados preliminares a serem atualizados.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados