Ganhar criptomoedas criando conteúdo no Twitter pode ser realidade; Elon Musk ataca novamente

Ganhar criptomoedas criando conteúdo no Twitter pode ser realidade; Elon Musk ataca novamente
Ganhar criptomoedas criando conteúdo no Twitter pode ser realidade; Elon Musk ataca novamente
SpaceX
(Imagem: REUTERS/Shannon Stapleton)

Elon Musk, proprietário do Twitter, deu dois passos a mais na direção do seu grande plano de construir um super aplicativo chamado de “X” nesta quinta-feira (13). Desta vez, o bilionário mirou no setor de pagamentos e investimento ao firmar uma parceria com a eToro, empresa de e-commerce.

O objetivo da parceria é permitir que os usuários da rede social negociem ações, criptomoedas e outros ativos financeiros diretamente pelo aplicativo da rede social.

O novo recurso que será lançado no aplicativo vai permitir que os usuários visualizem gráficos de mercado de maneira mais simplificada e comprem e vendam ações, criptomoedas e outros ativos da plataforma parceira.

🎉Very excited to be launching a new $Cashtags partnership with @Twitter which will enable Twitter users to see real-time prices for a much wider range of stocks, crypto & other assets as well as having the option to invest through eToro. @elonmusk https://t.co/Iv2q9iNxbf

— eToro (@eToro) April 13, 2023

Agora, além de poder utilizar as hashtags de ativos que já existiam no Twitter, será possível integrar gráficos em tempo real e outras interatividades.

O fim do Twitter: bilionário Elon Musk começa execução de seu plano para a rede social; entenda

Monetizar com criptomoeda? Elon Musk tem plano para o Twitter

Além desse anúncio, algo que veio em linha foi o Elon Musk comunicar outra funcionalidade em fase de testes: a possibilidade de monetizar seus conteúdos por meio de um botão de “inscrição”.

  • Entre para o Telegram do Market Insider News! Acompanhe as notícias sobre mercado financeiro, investimentos e finanças pessoais. Notícias de hoje sobre assuntos que mexem com o seu bolso. Clique aqui e acompanhe em tempo real!

Parecido com um modelo de assinatura, a ferramenta busca habilitar criadores de conteúdo a monetizarem seus “spaces”, nome dado às chamadas em grupo, e até postagens.

“Inscreva-se para oferecer a seus seguidores assinaturas de qualquer material, desde textos longos até vídeos com horas de duração! Basta tocar em ‘Monetização’ nas configurações”, escreve Elon Musk.

Mont Capital - Carteira Administrada

Apply to offer your followers subscriptions of any material, from longform text to hours long video!

Just tap on “Monetization” in settings.

— Elon Musk (@elonmusk) April 13, 2023

O dono do Twitter comenta que nos próximos 12 meses a plataforma não ficará com o dinheiro nesta fase inicial de testes.

“Você receberá qualquer dinheiro que recebermos, então, são 70% para assinaturas no iOS e Android (eles cobram 30%) e ~92% na web (poderia ser melhor, dependendo do processador de pagamento)”, diz.

O bilionário afirma que a plataforma vai ajudar a divulgar o conteúdo dos participantes. “Nosso objetivo é maximizar a prosperidade do criador. A qualquer momento, você pode deixar nossa plataforma e levar seu trabalho com você. Fácil dentro, fácil fora”, explica.

A versão de testes foi encorajada pelo próprio Elon Musk, apesar de usuários do Reino Unido reclamarem que não conseguem acesso à opção.

Not in the UK pic.twitter.com/mjAZeEzrhm

— Ihtisham Ul Haq (@iihtishamm) April 13, 2023