Gambiarra no preço da gasolina não compensou volta dos impostos; entenda

Gambiarra no preço da gasolina não compensou volta dos impostos; entenda
Gambiarra no preço da gasolina não compensou volta dos impostos; entenda
Gasolina
A gasolina está entre os dez produtos que viram os preços dispararem na inflação do mês passado. (Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes)

No mês de março, o grupo de transportes foi o que mais pesou no bolso no consumidor. Segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o segmento subiu 2,11% e foi o que mais puxou a inflação no período.

  • IPCA: Inflação acumula alta de 4,65% e volta para dentro da meta

A gasolina está entre os dez produtos que viram os preços dispararem no mês passado. A alta registrada foi de 8,33% e já era esperado aceleração na inflação do combustível. Isso porque no início de março, o governo anunciou a reoneração parcial dos impostos federais incidentes sobre a gasolina e o etanol.

No mesmo dia, a Petrobras (PETR3; PETR4) fez um movimento conjunto e reduziu o preço do litro da gasolina em suas distribuidoras. Na época, o valor do combustível caiu R$ 0,13, o que representa uma variação de -3,92%. Mas isso não ajudou a reduzir o impacto da volta dos impostos na inflação.

Mont Capital - Carteira Administrada

O etanol também percebeu alta no mês passado. O combustível avançou 3,20%. Por outro lado, o gás veicular caiu 2,61% e óleo diesel recuou 3,71%, após dois cortes nos preços por parte da Petrobras.

  • Entre para o Telegram do Market Insider News! Acompanhe as notícias sobre mercado financeiro, investimentos e finanças pessoais. Notícias de hoje sobre assuntos que mexem com o seu bolso. Clique aqui e acompanhe em tempo real!

Veja os produtos que mais pesaram na inflação

Tradicionalmente, os alimentos são os produtos que mais pesam no bolso dos brasileiros. O destaque está com o morango, manga e a cenoura. Também vale destacar o ovo de galinha, que sofreu com a inflação de demanda, devido a maior procura no período da Quaresma.

Morango 29,18%
Manga 28,92%
Cenoura 28,58%
Abobrinha 13,25%
Limão 12,88%
Açaí (emulsão) 10,83%
Mamão 9,80%
Repolho 9,67%
Gasolina 8,33%
Uva 8,05%
Ovo de galinha 7,64%
Brócolis 6,39%
Trem 6,35%
Alface 6,24%
Abacaxi 5,63%