calendar
Notícias

243 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Fundo de logística e FoF se destacam e sobem mais de 2%; Ifix fecha estável

Fundo de logística e FoF se destacam e sobem mais de 2%; Ifix fecha estável

Mercado Financeiro 11 meses atrás
Visitar site arrow
Fundo de logística e FoF se destacam e sobem mais de 2%; Ifix fecha estável

O Ifix, índice de fundos imobiliários, terminou a sessão de sexta-feira (14) estável. Os FIIs HGFF11, RBRF11 e HGLG11 lideraram os ganhos do pregão, fechando em alta superior a 2%. No entanto, não foram suficientes para levar o indicador para o campo positivo.

Entre as quedas, destaque para o Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), que fechou a sessão com recuo de 0,95%.

Esse fundo começou o pregão em alta, após anúncio de que a Lojas Marisa (AMAR3) vai regularizar o pagamento dos aluguéis do centro de distribuição (CD) Itaqua, que pertence ao KNRI11. O comunicado foi feito pela Intrag, administradora do fundo. O primeiro pagamento dos valores em atraso já foi realizado.

“Foi formalizado acordo com a mesma através do qual a Lojas Marisa S.A se obrigou a regularizar o pagamento de todos os valores com as devidas atualizações previstas no contrato de locação sendo que o primeiro pagamento já ocorreu em 04/04/2023. Com o referido acordo o fundo não incorrerá em qualquer tipo de prejuízo”, segundo comunicado divulgado ao mercado.

O CD fica localizado em Itaquaquecetuba (SP).

Esse não foi o único aluguel que a varejista atrasou. Ela também deixou de pagar os compromissos referentes a lojas de rua em um momento de desaceleração do varejo.

A Marisa enfrenta, além das vendas fracas, um nível de endividamento elevado. No encerramento de R$ 2022, a dívida líquida da empresa era de R$ 560 milhões (com compromissos de curto prazo de R$ 470 milhões). O caixa na época era de R$ 314 miilhões.

Leia também:

  • FIIs de “papel” caem até 18% após atraso no pagamento de uma série de CRIs

O Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – fechou estável, aos 2.781 pontos. Confira abaixo os demais destaques do dia.

Maiores altas desta sexta-feira (14):

Ticker Nome Setor Variação (%)
HGFF11 CSHG FoF FoF 2,50
RBRF11 RBR Alpha Títulos e Valores Mobiliários 2,39
HGLG11 CSHG Logística Logística 2,32
SNCI11 Suno Recebíveis Títulos e Valores Mobiliários 1,62
HSLG11 HSI Logística Logística 1,62

Maiores baixas desta sexta-feira (14):

Ticker Nome Setor Variação (%)
RCRB11 Rio Bravo Renda Corporativa Lajes corporativas -1,49
SADI11 Santander Papéis Imobiliários Títulos e Valores Mobiliários -1,33
IBCR11 CRI Integral Brei Títulos e Valores Mobiliários -1,04
RELG11 REC Logística Logística -0,99
KNRI11 Kinea Renda Imobiliária Híbrido -0,95

Fonte: B3

Leia também:

  • Os 5 FIIs mais indicados para comprar em março; fundo que lidera ranking tem imóvel alugado para Americanas
  • Os 5 melhores FIIs para 2023: analistas sugerem apostar em fundo de “papel”, de shopping e de mais 3 setores

[ativo=LIFE11] com oferta de cotas e DOVL11B anuncia dividendos

Confira as últimas informações divulgadas por fundos imobiliários em fatos relevantes:

[ativo=LIFE11] fará nova emissão de cotas

O Life Capital Partners (LIFE11) vai fazer novas emissões de cotas e espera levantar ao menos R$ 100 milhões, segundo informou a Vortx, administradora da carteira em fator relevante. Os recursos serão utilizados para aquisição de ativos.

Essa será a quarta emissão de cotas do fundo, que terá a Guide como coordenador-líder da oferta.

Serão emitidas, inicialmente, até 9,8 milhões de cotas e o valor da emissão é de R$ 10,22, que foi fixado de acordo com o valor do patrimônio líquido contábil atualizado do fundo e o número de cotas já emitidas.

O montante da oferta pode subir em até 25% caso haja necessidade de emissão de cotas adicionais.

Mont Capital - Carteira Administrada

DOVL11B paga dividendos no dia 20

O Dovel Fundo de Investimento Imobiliário (DOVL11B) irá distribuir R$ 5,51 em dividendos por cota da carteira, segundo informou a BRL Trust, administradora do fundo, em comunicado ao mercado. Esses rendimentos são referentes ao mês de março e serão pagos no dia 20 de abril.

Dividendos hoje

Confira os FIIs que distribuem dividendos nesta sexta-feira (14):

Ticker Rendimento Retorno
BCRI11 R$ 0,86 1,11%
KNCR11 R$ 1,22 1,24%
KNHY11 R$ 1,30 1,32%
KNIP11 R$ 1,05 1,14%
KNSC11 R$ 1,05 1,21%
RBFF11 R$ 0,49 1,04%
RBHG11 R$ 1,05 1,27%
RBVA11 R$ 0,95 1,04%
RCRB11 R$ 0,74 0,69%
VCJR11 R$ 1,20 1,36%
VRTA11 R$ 0,95 1,11%
BBPO11 R$ 0,90 1,07%

Fonte: StatusInvest

Leia também:

  • Quanto rendem R$ 10.000 em fundos imobiliários de diferentes segmentos? Veja simulação e como investir

Giro Imobiliário: construtoras registram aumento das vendas no primeiro trimestre do ano

Plano & Plano (PLPL3) com novo recorde de vendas

A Plano & Plano (PLPL3) registrou um novo recorde de vendas trimestrais no período entre janeiro e março. As vendas líquidas totalizaram R$ 546,7 milhões no primeiro trimestre do ano, uma alta de 47,2% na comparação com igual período de 2022 e um acréscimo de 5,4% em relação ao trimestre imediatamente anterior (outubro a dezembro).

Quanto ao preço médio das unidades comercializadas, o valor ficou em R$ 211,7 mil no primeiro trimestre, um aumento de 10,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

No período, foram cinco lançamento com volume geral de vendas (VGV) de R$ 530,1 milhões, incluindo permuta física. Esse valor é 98,1% maior em relação aos R$ 267,6 milhões lançados no primeiro trimestre 2022, registrando assim o melhor primeiro trimestre da companhia.

Cury (CURY3) fez oito lançamentos no trimestre

As vendas líquidas da Cury (CURY3) atingiram R$ 1,078,9 bilhão, montante que representa crescimento de 43,3% em relação ao quarto trimestre do ano passado e de 43,2% ante ao mesmo período do ano anterior.

Entre janeiro e março, foram lançados oito empreendimentos, sendo seis localizados em São Paulo e dois no Rio de Janeiro, totalizando o VGV de R$ 1.420,0 milhões, aumento de 81,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Se considerarmos o 1T23 UDM (últimos doze meses), o total de lançamentos atingiu VGV de R$ 3,951 bilhões, 32,8% acima do mesmo período do ano anterior.

O preço médio das unidades lançadas atingiu R$ 278,7 mil no primeiro trimestre de 2023, acréscimo de 15,6% em relação a igual período do ano passado e de 7,6% n a comparação com o quarto trimestre de 2022.

Vendas da Even (EVEN3) sobem mais de 20%

A Even Construtora e Incorporadora (EVEN3), com foco nos empreendimentos residenciais de média e alta renda, registrou vendas líquidas de R$ 544 milhões entre janeiro e março, representando um aumento de 21,4% sobre o primeiro trimestre de 2022.

A velocidade de vendas (VSO) consolidada, por sua vez, atingiu 11%, alta de três pontos percentuais na comparação anual.

Vendas na Melnick (MELK3) e Patrimar

A Melnick registrou vendas líquidas de R$ 305 milhões no primeiro trimestre de 2023, um crescimento de 250,6% sobre o primeiro trimestre de 2022.

Os distratos somaram R$ 36 milhões nos três primeiros meses de 2023, um aumento de 5,9% frente a mesma etapa de 2022.

Já a Patrimar registrou vendas líquidas de R$ 190,2 milhões entre janeiro e março, um aumento de 24,3% na comparação com igual etapa de 2022. Os lançamentos somaram R$ 70,4 milhões no período.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados