calendar
Notícias

237 publicados hoje

Etanol/Unica: vendas alcançam 2,32 bilhões de litros em março

Economia 11 meses atrás
Visitar site arrow
Etanol/Unica: vendas alcançam 2,32 bilhões de litros em março
Gasolina, Etanol
(Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

As vendas de etanol totalizaram 2,32 bilhões de litros em março, o que representa uma queda de 10,27% em relação ao mesmo mês de 2022. As informações são de relatório da União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Bioenergia (Unica), divulgado nesta quarta-feira, 10.

No mercado doméstico, o volume mensal de etanol hidratado totalizou 1,15 bilhão de litros em março passado, queda de 21,48% em relação ao mesmo período da safra anterior. A safra 2022/2023 (abril de 2022 a março de 2023)se encerrou com 15,46 bilhões de litros do biocombustível comercializados no território nacional, decréscimo de 1,36% em comparação com a safra 2021/2022.

As vendas de etanol anidro para mercado interno atingiram a marca de 924,38 milhões de litros em março, avanço de 1,40%. No total da safra 2022/2023 foram vendidos 11,03 bilhões de litros que, na contramão do observado para o etanol hidratado, compreende uma variação positiva de 7,44% em relação ao ciclo 2021/2022.

No mês de março, foram exportados 191,17 milhões de litros de etanol hidratado, aumento de 37,22% em relação à safra 2021/2022. Foram embarcados, ainda, 53,26 milhões de litros de etanol anidro, queda de 22,43%. Na safra que se encerra, o fluxo de comércio destinado à exportação totalizou 1,13 bilhão de litros de etanol hidratado (+11,13%) e 1,48 bilhão para o anidro (+139,51%).

No total do ciclo 2022/2023, foram comercializados 16,58 bilhões de litros de hidratado (-0,60%) e 12,51 bilhões de litros de etanol anidro (+14,92%). A soma desses volumes compõe o total de 29,09 bilhões de litros de etanol vendidos na safra que se encerrou pelos produtores da região Centro-Sul do Brasil.

Mont Capital - Carteira Administrada

Mercado de CBios

De acordo com os dados publicados pela B3, até 11 de abril de 2023, 71% do total, ou 25,48 milhões de Créditos de Carbons (CBios), já foram aposentados pela parte obrigada e a diferença, de 10,50 milhões de CBios, deverá ser aposentada até o fim de setembro de 2023. Importante realçar que a posição atual da parte obrigada indica uma posse de 16,34 milhões de CBios, quantidade mais do que suficiente para atendimento das metas de 2022.

Dados da B3 registrados até o dia 31 de março indicam a emissão de 8,04 milhões de CBios em 2023, com a parte obrigada do programa RenovaBio tendo adquirido cerca de 41,26 milhões de créditos de descarbonização. Esse valor considera o estoque de passagem da parte obrigada em 2021 somada com os créditos adquiridos em 2022 e 2023, até o momento, estejam eles ativos ou aposentados. O horizonte temporal selecionado cobre as aquisições que compreenderão os créditos utilizados para atendimento das metas de 2022, cujo prazo havia sido postergado, e 2023.

A meta compulsória de descarbonização foi definida em 35,98 milhões de CBios a serem aposentados pelos distribuidores de combustíveis, conforme a Resolução CNPE nº 17/2021. O Decreto Nº 11.141/2022 postergou a comprovação de atendimento à meta de 2022, passando de 31 de dezembro de 2022 para 30 de setembro de 2023.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados