calendar
Notícias

222 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Entenda o que muda nas compras internacionais e se é o consumidor que vai pagar a conta

Entenda o que muda nas compras internacionais e se é o consumidor que vai pagar a conta

Economia 11 meses atrás
Visitar site arrow
Entenda o que muda nas compras internacionais e se é o consumidor que vai pagar a conta
Natal, e-commerce, compras
Receita Federal lembra que já existe a tributação de 60% sobre o valor de compras internacionais. (Imagem: Freepik)

O governo Lula prepara uma medida provisória para acabar com a regra que isenta de imposto as encomendas enviadas por pessoas físicas que custam até US$ 50 (cerca de R$ 250). A medida deve impactar diretamente no preço dos produtos comercializados em sites estrangeiros, como SheinShopeeAliExpress e outros.

De forma resumida, o que muda é que não haverá mais distinção entre as remessas recebidas por pessoas jurídicas e físicas. Segundo a Receita Federal e o Ministério da Fazenda, essa diferenciação está sendo usada em sonegação de impostos e fraudes generalizadas.

  • Entre para o Telegram do Market Insider News! Acompanhe as notícias sobre mercado financeiro, investimentos e finanças pessoais. Notícias de hoje sobre assuntos que mexem com o seu bolso. Clique aqui e acompanhe em tempo real!

O que muda nas compras internacionais

Receita Federal divulgou uma nota para esclarecer a medida e destacou que já existe a tributação de 60% sobre o valor da encomenda, mas que não tem sido efetiva. Por isso, serão criadas ferramentas para aumentar a fiscalização e exigência da taxa.

Ou seja, o governo não vai criar um novo imposto. A ideia é que, independentemente do valor da compra e de se o remetente é uma pessoa física ou jurídica, será aplicada uma alíquota única de 60% sobre o valor aduaneiro, já incluindo os valores do produto, frete e seguro.

Mont Capital - Carteira Administrada

Por exemplo, ao fazer uma compra de US$ 50 (ou R$ 250, considerando câmbio em R$ 5), será preciso pagar um imposto de US$ 30, ou R$ 150.

Vale destacar que a mudança ainda não tem data prevista.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados