calendar
Notícias

498 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Economia global enfrenta riscos crescentes, apesar da resiliência do sistema financeiro, aponta FMI

Economia global enfrenta riscos crescentes, apesar da resiliência do sistema financeiro, aponta FMI

Economia 11 meses atrás
Visitar site arrow
Economia global enfrenta riscos crescentes, apesar da resiliência do sistema financeiro, aponta FMI

(Bloomberg) — A economia global enfrenta riscos crescentes para o crescimento, mesmo com o sistema financeiro provavelmente resistindo às turbulências bancárias recentes, apontaram ministros da Economia após reunião em Washington nesta semana.

“As perspectivas de crescimento permanecem moderadas e os riscos de queda aumentaram”, de acordo com um comunicado na sexta-feira da ministra da Economia da Espanha, Nadia Calvino, que preside o principal painel consultivo do Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Os formuladores de políticas tomaram medidas rápidas para fortalecer a confiança no sistema bancário, que permanece sólido e resiliente, apoiado pelas reformas implementadas após a crise financeira global de 2008-2009”, segundo o comunicado.

O comunicado foi emitido como uma declaração da presidente porque o painel, o Comitê Monetário e Financeiro Internacional, não conseguiu chegar a um acordo total sobre um comunicado conjunto em meio a divergências sobre a linguagem em torno da invasão da Ucrânia pela Rússia.

O comitê de 24 membros, representando os 190 países membros do fundo, discute questões de interesse comum para os membros do FMI e aconselha o fundo sobre a direção de seu trabalho.

A guerra “continua a ser a fonte mais importante de incerteza em todo o mundo”, disse Calvino durante uma coletiva de imprensa na sexta-feira em Washington. Ainda assim, disse ela, há um consenso entre os países membros do FMI sobre a linguagem diferente sobre a guerra e a garantia que a rede de segurança financeira global funcione para os países.

A declaração da ministra aponta que as autoridades “irão abordar as lacunas de dados, supervisão e regulamentação no banco e, em particular, nos setores financeiros não bancários, onde é importante avançar mais no tratamento de vulnerabilidades”.

Mont Capital - Carteira Administrada

No início da semana, o FMI cortou suas projeções de crescimento global, alertando sobre alta incerteza e riscos à medida que o estresse do setor financeiro se soma às pressões decorrentes da política monetária mais rígida e da invasão da Ucrânia pela Rússia.

As quebras inesperadas do Silicon Valley Bank e do Signature Bank no mês passado e o colapso do Credit Suisse Group AG agitaram os mercados e inflamaram as preocupações com a estabilidade financeira, complicando o processo dos bancos centrais em busca de domar a inflação, mantendo o crescimento e a saúde do sistema bancário.

Os países estão se esforçando para fornecer apoio e fechar uma lacuna de financiamento para o Poverty Reduction and Growth Trust, o principal veículo do FMI para fornecer empréstimos sem juros aos países de renda mais baixa, disse a diretora-gerente Kristalina Georgieva na entrevista coletiva ao lado de Calvino.

Os países redobrarão os esforços para atingir essas metas nas reuniões anuais do fundo no Marrocos em outubro, disse Calvino em seu comunicado.

O IMFC disse que está comprometido em revisar a cota ou a ponderação dos países no fundo.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, em sua declaração para a reunião do IMFC, pediu “uma nova fórmula de cota que seja justa e simples e reflita principalmente o tamanho econômico de seus países membros”.

© 2023 Bloomberg L.P.

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados