calendar
Notícias

90 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Bradesco (BBDC4): Diretoria vendeu R$ 1 mi em ações antes de balanço, diz CVM; banco diz que foi ex-diretor

Bradesco (BBDC4): Diretoria vendeu R$ 1 mi em ações antes de balanço, diz CVM; banco diz que foi ex-diretor

Mercado Financeiro 8 minutos atrás
Visitar site arrow
Bradesco (BBDC4): Diretoria vendeu R$ 1 mi em ações antes de balanço, diz CVM; banco diz que foi ex-diretor
bradesco 4t23
Movimentação antecedeu divulgação de balanço considerado negativo pelo mercado; ação preferencial caiu mais de 17% desde o resultado (Imagem: Renan Dantas/Money Times)

Em documento enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), nesta quinta (8), o Bradesco (BBDC4) informou que a diretoria realizou a venda de mais de R$ 1 milhão em ações no dia 22 de janeiro.

Foram vendidos 70.309 papéis, a R$ 15,45. Em nota ao Money Times, o Bradesco afirma que a ação foi executada por um ex-diretor do banco, que não integra mais o quadro da empresa.

“A operação foi comunicada à CVM em nome da Diretoria porque há um período de tempo legal para efetivar a formalização da saída do ex-diretor junto aos órgãos competentes”, diz a empresa (leia a nota completa no final do texto).

Na última quarta-feira (7), o Bradesco divulgou o balanço do quarto trimestre de 2023, com um resultado abaixo do esperado pelo mercado. O banco teve lucro de R$ 2,878 bilhões no período, mas as projeções apontavam para um número na casa dos R$ 4,794 bilhões, segundo consenso reunido pela Bloomberg.

Em consequência, o Bradesco registrou seu pior pregão na bolsa desde novembro de 2022, com as ações despencando. O tombo foi de 13,02% na ações ordinárias e de 15,66% nas preferenciais.

Mont Capital - Carteira Administrada

O documento foi divulgado de acordo com a resolução 358 da CVM. A regra obriga pessoas ligadas às diretorias e aos conselhos das companhias listadas a divulgar movimentações referentes à compra e venda de ações das empresas para as quais trabalham ou detêm controle.

Leia a nota do Bradesco

“A operação foi realizada dentro do prazo legal, antes do período de silêncio, e comunicada à CVM em conformidade com as normas vigentes. A operação foi comunicada à CVM em nome da Diretoria porque há um período de tempo legal para efetivar a formalização da saída do ex-diretor junto aos órgãos competentes”, afirma o Bradesco.

Veja o documento divulgado pela CVM

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados