calendar
Notícias

17 publicados hoje

  • Home
  • arrow
  • arrow
  • Até quando Ibovespa (IBOV) está de folga? Veja quando a Bolsa volta a funcionar

Até quando Ibovespa (IBOV) está de folga? Veja quando a Bolsa volta a funcionar

Mercado Financeiro 2 minutos atrás
Visitar site arrow
Até quando Ibovespa (IBOV) está de folga? Veja quando a Bolsa volta a funcionar
Ibovespa
Ibovespa retorna de folga apenas na Quarta-feira de Cinzas, ao meio-dia (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

O Ibovespa (IBOV) está de folga nesta segunda-feira (12), e estende o período sem negociações até às 13h da Quarta-feira de Cinzas (14). Hoje e terça, a B3 não funciona devido ao feriado de Carnaval.

As negociações do Tesouro Direto também estarão pausadas e retornam em horário especial na quarta-feira.

B3 já divulgou todo calendário de funcionamento deste ano. De maneira em geral, a bolsa brasileira não funciona em dias de feriados nacionais. No entanto, opera normalmente nas pontes de feriados prolongados e folgas municipais ou estaduais de São Paulo, onde fica a sua sede.

Ibovespa: veja o calendário de folgas da Bolsa

  • 1º de janeiro
  • 12 de fevereiro
  • 13 de fevereiro
  • 14 de fevereiro – A negociação e o registro terão início às 13h
  • 29 de março
  • 01 de maio
  • 30 de maio
  • 15 de novembro
  • 20 de novembro
  • 24 de dezembro
  • 25 de dezembro
  • 31 de dezembro

Agenda da semana

Em uma semana curta, mercado foca-se aos indicadores apenas na quinta-feira (15), com o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br).

Mont Capital - Carteira Administrada

Por fim, a semana se encerra com os dados do mais recente IGP-10, referentes a fevereiro de 2024, na sexta-feira (16).

Já na agenda internacional, sairão dados como Balanço Orçamentário, Licenças de Construção, PPI e Pedidos por Seguro-Desemprego nos Estados Unidos, bem como na Europa, com PPI e PIB (4T22).

No entanto, o destaque fica com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês). A inflação americana pode corroborar de vez com a postura do Federal Reserve em segurar os juros altos por mais tempo.

* Com Juliana Américo e Vitória Pitanga

Mont Capital - Fale com um de nossos especialista

Relacionados