63% dos CEOs acham que IA deve aumentar a eficiência de funcionários

63% dos CEOs acham que IA deve aumentar a eficiência de funcionários
63% dos CEOs acham que IA deve aumentar a eficiência de funcionários

Pesquisa realizada pela PwC indica que a maioria dos CEOs das empresas situadas no Brasil avalia que a inteligência artificial (IA) generativa deve trazer impactos positivos às empresas nos próximos 12 meses. Para 63%, esse tipo de ferramenta deve aumentar a eficiência de trabalho dos funcionários.

Já 40% acha que a IA deve aumentar a produtividade da empresa, enquanto 15% considera que pode trazer impactos positivos para a receita da companhia. Para os próximos 12 meses, 64% dos executivos avaliam que a IA irá melhorar a qualidade e os serviços da empresa.

Quando se considera somente os CEOs da indústria de consumo, percebe-se uma preocupação maior com os riscos proporcionados pela IA, sobretudo em relação a problemas de cibersegurança, mencionada por 83% dos entrevistados do setor.

Mudanças climáticas

Outra tendência observada pela pesquisa é o investimento de companhias em planos de descarbonização e mudanças climáticas. Leia as ações que estão sendo implementadas pelos CEOs nas empresas:

Mont Capital - Carteira Administrada

“O consumidor tem um outro olhar sobre a questão ESG nas empresas nas mais diversas classes sociais no Brasil. A gente vê que as empresas consideram isso importante dentro das suas agendas de mudanças climáticas”, disse Luciana Medeiros, líder de consumo e varejo da PwC, a jornalistas.

No contexto geral, 41% dos entrevistados consideram que a sua empresa será economicamente viável nos próximos 10 anos. É uma alta de 8 p.p. em relação a 2023, quando 33% avaliaram positivamente a viabilidade de seu negócio na próxima década.

A PwC ouviu 4.702 executivos, em 105 países e territórios, de 2 de outubro a 10 de novembro de 2023. Os números globais e regionais do relatório foram ponderados de acordo com o PIB nominal dos países de modo que as opiniões dos CEOs estejam representadas de maneira equilibrada em todas as principais regiões.